Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Escuteira do Rossio entregou Luz da Paz de Belém ao Presidente da República

No final da tarde de domingo, dia 23 de dezembro, Leonor Branco, uma escuteira de 10 anos do Agrupamento 697 de Rossio ao Sul do Tejo (Abrantes) integrou a delegação do Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português, que foi entregar a Luz da Paz de Belém à Presidência da República.

- Publicidade -

O CNE foi acompanhado por uma delegação da Cáritas Portuguesa, que ofereceu a vela onde brilhava a Luz. O Chefe Nacional, Ivo Faria, fez o primeiro discurso da cerimónia, tendo aproveitado o momento para fazer uma breve contextualização do que é a iniciativa da Luz da Paz de Belém.

O responsável do CNE explicou as características especiais da participação portuguesa deste ano, no evento. Leonor, que ontem entregava a Luz ao Presidente, tinha ido buscá-la à Áustria. A jovem escuta disse que a melhor parte de toda esta aventura foi a cerimónia austríaca, onde, a par de ver nevar pela primeira vez, teve contacto com Escuteiros de diversos países e religiões.

- Publicidade -

Leonor Branco, uma escuteira de 10 anos do Agrupamento 697 de Rossio ao Sul do Tejo (Abrantes) integrou a delegação do Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português, que foi entregar a Luz da Paz de Belém à Presidência da República. Foto: Francisco Lopes

O presidente da Cáritas, Dr. Eugénio da Fonseca, apresentou o trabalho da organização que preside.

No seu discurso, o Presidente da República salientou a importância dos Escuteiros e o trabalho desenvolvido pela Cáritas e destacou a importância do trabalho em prol da dignidade humana, tendo feito uma comparação entre aqueles que nos seus Natais irão ter casa, comida e família, e aqueles que serão privados de tudo isso.

“Todos são pessoas, e todos têm igual direito à dignidade, não apenas no Natal, mas durante o resto do ano”, disse Marcelo Rebelo de Sousa, que alertou todos os presentes para a necessidade de trabalhar com as pessoas que estão fragilizadas socialmente, como os sem abrigo, refugiados, e hospitalizados.

Delegação que entregou a Luz da Paz de Belém ao Presidente da República. Foto: Francisco Lopes

E é assim que a Luz, já partilhada em mais de 200 locais em Portugal, chegou no domingo ao Palácio de Belém. A chama, frágil, brilhava com força e intensidade, a par da mensagem que consigo levava.

O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa associou-se às campanhas da Cáritas Portuguesa “10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz” e dos Escuteiros “Luz de Belém”, acendendo as velas que ficarão no Palácio de Belém durante a noite de 24 de dezembro, num gesto que apela à Paz no Mundo.

Na cerimónia, que decorreu na Sala das Bicas do Palácio de Belém, esteve presente o Presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca, acompanhado por um grupo de utentes da Cáritas Diocesana de Setúbal, e um grupo de escuteiros do Corpo Nacional de Escutas.

No final, o Presidente da República foi o guia de uma breve visita efetuada por todos os presentes ao Palácio de Belém.

 

  • Texto de Filipa Neto
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome