Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Julho 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Escultura muda de sítio sob o olhar do mestre que a criou

A escultura comemorativa dos 75 anos da cidade de Abrantes, que mudou de localização, recebeu esta sexta-feira, dia 20, uma pequena cerimónia que assinala a sua relocalização “num local com visibilidade acrescida” e que contou com a presença do escultor que a criou há 25 anos.

- Publicidade -

José Aurélio é o autor da escultura que assinala os 75 anos da elevação de Abrantes a cidade, inaugurada a 14 de junho de 1991 junto ao talude no Largo 1º de Maio, virado para a Avenida 25 de Abril.

25 anos depois, o mestre José Aurélio assistiu à mudança de local da sua obra e recordou as circunstâncias especiais em que esta peça foi feita, com o apoio da Fundição do Rossio. “Fui à Fundição do Rossio ver as condições que tinham para a elaboração de uma escultura e encontrei estas peças em aço inoxidável fundido que se encontravam na sucata. Eram seis e fiquei fascinado. Nunca imaginei fazer uma peça com aço inoxidável fundido porque é muito caro. Fui falar com o dono da Fundição que me deu permissão para utilizar aquelas peças que estavam na sucata, tirei medidas, fiz uma maqueta e tentei arranjar um significado para aquelas peças”, recordou José Aurélio.

- Publicidade -

abrantes_inaug escultura2 (Foto: mediotejo.net)
Escultor observa as três placas inscritas aos pés da escultura: uma com a data de 20 de maio de 2016 que assinala a relocalização do testemunho dos 75 anos de Cidade; a outra com os nomes das entidades que ajudaram à construção da escultura; e a última refere a inauguração a 14 de junho de de 1991, que contou com a presença de Mário Soares, Presidente da República à época (Foto: mediotejo.net)

“Esta peça tem um valor material muito grande, é uma peça que está preparada para a eternidade”, salientou José Aurélio acrescentando ainda que “pela primeira vez como escultor, fiz uma peça com estas condições, em aço inoxidável que é uma hipótese raríssima de se fazer uma escultura”.

Uma peça escultórica pela qual o artista revelou ter um grande apreço e explica que “a parte de cima tem 25 bandeiras em cada haste que simboliza os anos que passaram da elevação de Abrantes a cidade” (75 anos na altura que o elemento escultórico foi criado).

Para Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, “é com particular satisfação que esta peça, que ao longo dos anos foi passando despercebida de muitos, tem agora uma nova localização, numa nova centralidade, nesta zona onde vivem centenas de pessoas”.

Na ocasião, a presidente da autarquia de Abrantes agradeceu à equipa liderada pelo professor Fernando Catroga, no âmbito das comemorações do Centenário, “que propôs que esta recolocação acontecesse”.

Esta escultura, agora instalada na rotunda da Avenida 14 de junho, foi novamente inaugurada no dia em que a Câmara de Abrantes inicia as comemorações do centenário da Cidade, marcando o dia em que o Congresso da República deliberou elevar Abrantes a Cidade: 20 de maio de 1916.

abrantes_inaug escultura3 (Foto: mediotejo.net)
A parte de cima desta escultura em aço inoxidável fundido tem 25 bandeiras em cada haste, simbolizando os 75 anos de Cidade (Foto: mediotejo.net)

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome