Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Outubro 16, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Escola Primária de Mouriscas já está em obras

A Escola Primária de Mouriscas começou a ser intervencionada esta quinta-feira, 1 de março, para a realização de obras urgentes que impeçam a entrada de chuva dentro das instalações escolares. A garantia havia sido dada na véspera ao mediotejo.net pela vereadora da Câmara Municipal de Abrantes, com o pelouro da Educação, Celeste Simão, e os trabalhos da reparação já começaram.

- Publicidade -

As obras “começaram ontem” assegurou ao mediotejo.net a vereadora Celeste Simão (PS). O problema passa por “uma junta de dilatação na cobertura com tela colada por cima. Com a água descolou-se e a chuva entrou na Escola” explicou.

Esta quinta-feira uma equipa de técnicos da Câmara esteve no terreno numa operação de “desviar as águas dessa estrutura para outro local” e hoje, sexta-feira, voltaram ao terreno para “tentar colar a tela na cobertura do edifício, se o tempo permitir, porque com a chuva não será fácil” observa Celeste Simão.

- Publicidade -

No entanto, “se tudo correr bem, está previsto que estas obras” realizadas com carácter de urgência e a título provisório “fiquem terminadas hoje”, acrescentou.

A Associação de Pais da Escola Primária de Mouriscas, em Abrantes, recebeu na quarta-feira, dia 28 de fevereiro, o vereador eleito pelo Partido Social Democrata (PSD), Rui Santos, para uma visita às instalações escolares, preocupados que estavam pelas “más condições” do equipamento, propriedade da Câmara Municipal de Abrantes.

O repto foi lançado na rede social Facebook pelo eleito do movimento AGIMOS à Assembleia de Freguesia de Mouriscas, António Louro, onde apontava o dedo ao Executivo camarário dizendo “haver dinheiro para muitas coisas desnecessárias” mas “deixa-se chegar uma escola pública/jardim de infância a esta situação”.

O mediotejo.net constatou no terreno que o edifício possui uma cobertura em fibrocimento, apresentava fissuras na dita cobertura, alguidares pelo chão da escola a aparar a água da chuva, bolor nas paredes, cheiro a humidade, água pelo chão de uma casa-de-banho e tectos a verter água.

A vereadora Celeste Simão, com o pelouro da Educação, também esteve naquele dia na escola e disse ao mediotejo.net que as obras de fundo estão agendas para o verão, comprometendo-se com a realização de trabalhos, esta sexta-feira dia 2 de março, enviando uma equipa da Câmara à escola no sentido de apurar as necessidades mais urgentes e realizar obras provisórias, o que veio a suceder.

A requalificação daquela escola, pertencente ao Agrupamento de Escolas nº1 de Abrantes, está inscrita no plano plurianual de prioridades para 2018 da Câmara Municipal de Abrantes.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome