Abrantes | Época balnear inicia a 1 de julho com o hastear de duas Bandeiras Azuis

A época balnear no concelho de Abrantes vai iniciar oficialmente no dia 1 de julho, segunda-feira, anunciou a autarquia. As Praias Fluviais de Aldeia do Mato e Fontes, ambas no rio Zêzere, elevam o galardão Bandeira Azul nesse mesmo dia. 

O concelho de Abrantes apostou, assim, na criação de duas praias fluviais, na Albufeira de Castelo de Bode, com designação oficial, a Praia Fluvial de Aldeia do Mato e a Praia Fluvial de Fontes que abriu oficialmente em 2018, ambas com Bandeira Azul, Fontes pela primeira vez e Aldeia do Mato pelo 9º ano consecutivo com o galardão.

A cerimónia do hastear da Bandeira em Fontes está agendada para a manhã do dia 1 de julho, juntando-se assim este espaço de turismo e lazer à Praia Fluvial de Aldeia do Mato que hasteia em primeiro lugar a Bandeira Azul, também no dia 1 de julho, às 10h30.

PUB

A partir desta data, quem chega pela A23 o melhor caminho é sair em Montalvo e seguir em direção a Castelo de Bode. Passa por Martinchel e no primeiro cruzamento vira à direita no sentido oposto à barragem. Corta à esquerda na placa que diz Aldeia do Mato onde vai encontrar uma das principais atrações turísticas da região.

A praia fluvial da União de Freguesias de Aldeia do Mato e Souto é mais que uma piscina fluvial na Albufeira de Castelo de Bode com vigilância e nadador salvador. Vale pelas ótimas condições que oferece para atividades de recreio e lazer mas principalmente pela beleza da natureza envolvente. Ainda que o cenário tenha alterado após os incêndios que fustigaram aquela zona em agosto de 2017, uma paisagem deslumbrante pode ser observada não só da praia fluvial mas do miradouro da aldeia.

A praia possui um Parque Náutico que dispõe de infraestruturas de apoio como duas piscinas flutuantes, cais de acostagem, equipamento para a prática de desportos náuticos – é possível o aluguer de canoas, kayaks e gaivotas -, passeios de barco, balneários, instalações sanitárias, bar com esplanada, bungalows para descansar ou passar a noite, estacionamento grátis e um parque de merendas.

Na freguesia de Fontes, a cerca de 30 quilómetros da cidade de Abrantes, nasceu uma nova praia fluvial no Zêzere e que vai hastear a Bandeira Azul pela primeira vez no dia 1 de julho. Foto: DR

Na freguesia de Fontes, a cerca de 30 quilómetros da cidade de Abrantes, nasceu outra praia fluvial no Zêzere que conta com uma concessão responsável pela gestão dos equipamentos, o selo de praia fluvial e a referida Bandeira Azul.

Emoldurada por uma abundante vegetação em tons de verde em espelho nas límpidas águas do Zêzere, a praia fluvial de Fontes situa-se num recanto que privilegia o descanso e o silêncio, por vezes quebrado por uma ou outra embarcação de recreio.

A infraestrutura dispõe de serviços de apoio que contam com nove lugares de estacionamento, um dos quais para pessoas com mobilidade reduzida, acessos pedonais incluindo percursos acessíveis a pessoas com mobilidade condicionada, um bar com 18,75 metros quadrados, sanitários, balneários, duches com uma área de 24 metros quadrados, um ponto de água potável, uma zona de lazer equipada com mesas, bancos e papeleiras, um parque para contentores de resíduos indiferenciados e ecoponto e iluminação pública bem como piscina flutuante na água. Esta infraestrutura não tem piscina para crianças.

A atribuição da Bandeira Azul tem em conta diferenciados fatores e critérios muito exigentes, como a informação e educação ambiental, qualidade da água, gestão ambiental e de equipamentos, ou a segurança e serviços, entre outros.

PUB
Paula Mourato
A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).