Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Domingo, Junho 13, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Enólogo e chefe de cozinha criam novo vinho e potenciam sinergias gastronómicas (c/ÁUDIO)

O amor à terra e o apetite pela inovação juntou dois chefes conceituados, um na cozinha e outro na adega, na elaboração de um vinho dedicado e de uma oferta diferenciadora com produtos made in Abrantes. O processo criativo resultou no lançamento do vinho “Raízes”, a nova aposta do enólogo Nuno Falcão Rodrigues, e que deriva de um desafio lançado pelo Chef Victor Felisberto à adega do Casal da Coelheira, de Tramagal.

- Publicidade -

O desafio partiu da Casa Victor Felisberto, com restaurante a funcionar há cerca de três anos no Cana Verde, em Alferrarede (Abrantes), e onde o conceituado cozinheiro estacionou depois de uma vasta experiência internacional. Ali, o chefe Vítor desenvolve as suas criações gastronómicas privilegiando os produtos locais, ao mesmo tempo que recupera receitas tradicionais, fazendo do forno a lenha, com pratos confecionados a baixas temperaturas, uma das suas bandeiras.

Perdizes à moda de Alferrarede, naco de vitela, cachaço, pernil e cabrito assado no forno, arroz de cabidela e coelho à caçador são algumas das propostas para degustação. E que melhor acompanhamento para o deleite gastronómico das suas criações nos pratos de carne senão um vinho tinto feito à medida? Se bem o pensou, melhor o fez, convidando para o efeito o reputado enólogo Nuno Rodrigues, que aceitou de pronto o desafio e cujo resultado foi já apresentado e (a)provado.

- Publicidade -

Chef Victor Felisberto na apresentação da ideia e do conceito ‘Raízes’. Foto: mediotejo.net

Com prémios internacionais no palmarés, o chefe Vítor não procura estrelas Michelin para o seu restaurante, que já conquistou ao nível das sobremesas, revelando o propósito de assegurar “a melhor relação entre qualidade e preço, com uma oferta diferenciadora assente nos sabores da terra”, ao mesmo tempo que recupera receitas antigas da região, como a perdiz à moda de Alferrarede, com o apoio do gastrónomo Armando Fernandes.

ÁUDIO: CHEFE VITOR FELISBERTO:

O desafio entre a gastronomia e o vinho pode resultar num casamento perfeito, mais a mais quando se juntam dois especialistas em cada uma das áreas, dois criativos que sentem a “necessidade de inovar, criar, reconstruir” e desfrutar da profissão e do “prazer de ver as pessoas satisfeitas com as propostas gastronómicas e vinícolas”, frisou Vítor Felisberto, tendo feito notar que o vinho ‘Raízes’ confere “mais valias” conjugais para os pratos saídos do forno a lenha, sendo um casamento perfeito que exalta os valores da terra e os produtos endógenos.

Numa lógica de afirmação dos produtos locais e de oferta diferenciadora, o chefe Felisberto tem nos pequenos produtores os seus principais fornecedores para reafirmar o objetivo estratégico da diferenciação através dos produtos locais. “Se eu vou à Sertã sei o que vou comer e beber. E aqui temos de saber isso. O que comer e beber em Abrantes”, vincou.

Vinho ‘Raízes’ foi elaborado à medida dos pratos de carne do restaurante do Chef Vitor Felisberto, em Alferrarede, Abrantes.

Opinião partilhada pelo cúmplice enólogo Nuno Falcão Rodrigues que deu conta de se rever no apego às raízes e amor à terra onde os empresários desenvolvem a sua atividade, realçando a importância de se dar mais visibilidade ao concelho e aos produtos que se fazem na região.

“Foi um desafio bastante cativante e no qual nos revimos e passámos a tentar encontrar um vinho que combinasse com a gastronomia que o chefe aqui desenvolve e que pudesse saber e cheirar à nossa terra”, disse Nuno Rodrigues.

Enólogo Nuno Falcão Rodrigues, da adega do Casal da Coelheira, de Tramagal, apresenta o seu novo produto ‘Raízes’. Foto: mediotejo.net

No fim de contas, “trazer coisas diferentes, sensações diferentes e experiências diferentes”, vincou o enólogo, tendo o resultado das provas nas barricas recaído na casta Alicante Bouschet e num vinho monocasta, o ‘Raízes’, um vinho “elegante, fresco, com personalidade da terra e do clima de Tramagal”.

ÁUDIO: NUNO FALCÃO RODRIGUES, ENÓLOGO:

O vinho ‘Raízes’ vai estar disponível no restaurante em Alferrarede, mas não será exclusivo, podendo ser adquirido na adega e no mercado de vinhos. No final da sessão de apresentação, foi lembrado que a ideia maturou e foi desenvolvida em plena pandemia, tendo os autarcas, empresários e demais convidados brindado ao néctar, à gastronomia, à ideia de parceria e aos produtos locais.

“É um filho da covid. Acho que é uma das poucas coisas boas que a covid nos deixou. Foi ter um bocadinho mais de tempo para pensar nas coisas, para ter ideias”, notou o enólogo, antecipando a possibilidade de novos produtos de parceria, desta vez com vinho branco.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome