Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Junho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Em quinta-feira da Espiga, Bemposta assinala com eucaristia online Festa da Ascensão

A quinta-feira da Ascensão é feriado em muitos municípios portugueses. Não é o caso de Abrantes que celebra o seu feriado municipal a 14 de junho, no entanto, em Bemposta, o dia da Ascensão, não sendo feriado, é como se fosse. Este ano, por via da pandemia da covid-19, os habitantes e os filhos da terra são convidados a seguir a eucaristia pelas redes sociais. A missa em honra da Nossa Senhora do Rosário decorrerá na igreja de Bemposta às 15:00, seguido de uma procissão em automóvel em cortejo simbólico com a imagem da Senhora do Rosário pelas ruas da aldeia. 

- Publicidade -

Todos os anos, por esta ocasião, a freguesia de Bemposta fervilha de cor. As ruas enfeitadas, as janelas das casas com mantas e colchas estendidas, flores de papel ou plástico colorido decoram as paredes exteriores, os muros, e as pessoas convivem nos cafés, nas praças, sendo que este ano, devido à pandemia, e a exemplo do que sucedeu o ano passado, não poderá haver a habitual festa popular e ajuntamentos.

Este ano as festividades ficam restritas a esta quinta-feira, dia 13 de maio, numa manifestação de cariz religioso que visa evocar o Dia da Espiga e as raízes da localidade ligadas ao amanho da terra. A manifestação popular é secular nesta aldeia do concelho de Abrantes.

- Publicidade -

Tendo em conta as contingências pandémicas, na quinta-feira, após a missa, sai a procissão em honra da Nossa Senhora do Rosário em desfile pelas ruas da aldeia, e, no sábado, haverá frango assado à moda da Bemposta, disponível por encomenda e apenas em serviço de take away.

Dia da Espiga é assinalado em Bemposta (Abrantes) com missa online e procissão em honra da Nossa Senhora do Rosário. Foto: DR

O presidente da Junta de Freguesia, Manuel João Alves, deu conta que as festividades têm sempre um forte envolvimento de toda a freguesia, evento que tem muita história e tradição, e que desta vez, e pelo segundo ano consecutivo, não poderá haver a habitual festa popular e ajuntamentos por via da covid-19.

“Vamos manter a eucaristia, às 15:00, com restrição ao número de público presente proporcional à igreja, mas com transmissão em direto na rádio Antena Livre e nas redes sociais pelo mediotejo.net, para evitar que as pessoas se desloquem à igreja”, deu conta.

“Depois seguimos de carro em cortejo pelas ruas, cerca das 15:40, com a imagem da Padroeira, e pedimos que as pessoas embelezem as suas portas e janelas e venham todas à janelas das suas casas pedir a benção a Nossa Senhora do Rosário e poder oferecer algumas flores aquando da passagem do cortejo”. 

Igreja de Stª Mª Madalena

Bemposta ocupa o sudoeste do concelho de Abrantes e é a freguesia com maior área territorial neste município. Tem como vizinhos os concelhos de Ponte de Sor a sueste, Chamusca a sudoeste e Constância a noroeste e as freguesias de São Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo a norte e São Facundo e Vale das Mós a nordeste.

A sua existência remonta ao séc. XIII e deve o nome ao facto de estar bem situada. Conta-se que os Romanos estiveram nesta localidade para procurar ouro na água do Rio Tejo e afluentes; as terras pertenceram à Ordem do Hospital; D. Nuno Alvares Pereira terá por ali dormido, quando ia a caminho da Batalha de Aljubarrota e existem documentos que testemunham o interesse do Rei D. João I em vir caçar para esta região.

Retrato da Freguesia:

Localidades: Bemposta, Água Travessa, Baralho, Brunheirinho, Chaminé, Casal das Courelas, Estação, Foz, Telhado, Vale de Açor e Vale de Horta.
Área: 188,26 Km2
População: 1.797 habitantes (Censos 2011)

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome