Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sexta-feira, Maio 14, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Em busca das memórias perdidas da Unidades Fabris de Alferrarede

Para o livro que está a ser preparado, a equipa de investigação pede a colaboração de todos os que possuam documentos e fotografias antigas da CUF / UFA

No âmbito da celebração dos 150 anos do nascimento de Alfredo da Silva (1871-1942), a Fundação Amélia de Mello programou um vasto conjunto de iniciativas e tem vindo a promover o desenvolvimento de vários estudos e obras de investigação sobre o legado do fundador da CUF.

- Publicidade -

Em Alferrarede foi criado um grupo de trabalho para desenvolver pesquisas sobre as unidades fabris da CUF/ UFA, sob a coordenação da antropóloga Sónia Pedro, com a colaboração da jornalista Patrícia Fonseca e do designer Paulo Passos. Mas há uma parte dessa história que não se descobre nos papéis amarelecidos dos arquivos, nem percorrendo as ruínas do complexo fabril: são as memórias que permanecem guardadas por antigos trabalhadores e pelos seus familiares.

Por isso a equipa de investigação apela à colaboração de todos os que possam dar testemunho do que foi a CUF em Alferrarede, ou que possuam documentos e fotografias desses tempos. Podem fazê-lo através do email cuf.alferrarede@gmail.com ou usando o telefone 918 858 576.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome