- Publicidade -

Abrantes | Eleições presidenciais sem incidentes mas com taxa de abstenção de 53,17%

A titulo de balanço, os números da votação antecipada em mobilidade para as eleições presidenciais no concelho de Abrantes foram revelados esta terça-feira 26 de janeiro, pela vereadora Ana Paula Grijó (PS) durante a reunião de executivo.

- Publicidade -

Dando conta que no concelho, as eleições presidenciais decorreram no passado domingo com normalidade, sem incidentes ou reclamações nas mesas de voto, a vereadora socialista explicou que para o voto antecipado a 17 de janeiro “foram criadas duas mesas de voto, com 581 eleitores inscritos, 282 dos quais eram eleitores de outros concelhos. Votaram 95% dos eleitores inscritos nesta data”.

Relativamente ao voto de eleitores em confinamento e residentes em lares “os votos foram recolhidos no dia 19 e 20 de janeiro”, tal como estipulado pela Comissão Nacional de Eleições. “A Câmara Municipal formou 12 colaboradores que foram divididos em quatro equipas de três pessoas cada uma e que recolheram 34 votos de eleitores residentes em lares e 17 votos de eleitores confinados no seu domicilio um dos quais no município de Constância”, referiu Ana Paula Grijó.

- Publicidade -

Já sobre os eleitores de Abrantes, que votaram em outros concelhos, deu conta de “aproximadamente 350 eleitores – votos antecipados, residentes no estrangeiro entre outros”.

Os portugueses começam a votar uma semana antes das presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para o qual se inscreveram na totalidade 246.880 eleitores, um número recorde.

Quanto ao ato eleitoral de dia 24 de janeiro em Abrantes, a vereadora adiantou terem sido “constituídas 55 mesas de voto, portanto mais 3 dos que nas anteriores eleições, mais uma mesa de voto na EB1 da Chaínça e duas na EB1 António Torrado. Estas envolveram um total de 275 pessoas às quais se somam as 12 pessoas que recolheram os votos em lares e de pessoas confinadas e aos 10 membros que estiveram nas duas mesas do voto por antecipação”.

Em termos globais dos 31 806 eleitores do concelho de Abrantes, “votaram 14 896, ou seja, 46,8%, a taxa de abstenção situou-se nos 53,17%”, indicou.

Os dados das contagens do concelho de Abrantes ficaram disponíveis por volta das 20h00 no site da Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna dedicado às eleições presidenciais de 2021, onde podem ser consultados. Marcelo Rebelo de Sousa foi o candidato mais votado em Abrantes, tendo sido reeleito Presidente da República.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).