- Publicidade -

Abrantes | É do Crucifixo agente da PSP arguido no caso das Glocks furtadas

Luís Ferreira (Gaiba), o elemento da PSP que é tido como o principal suspeito de liderar a rede que se dedicava ao furto de Glocks da instituição policial, é natural do Crucifixo, freguesia de Tramagal, uma acusação que “surpreendeu” as gentes da aldeia, visitada esta semana pela PJ.

- Publicidade -

“Toda a gente tem a ideia do Luís Ferreira ser uma pessoa de bem, assim como os seus pais, que moram aqui no Crucifixo, e a vinda da Polícia Judiciária à aldeia, na quarta-feira, e a notícia de acusação, foram situações que surpreenderam”, disse ao mediotejo.net o presidente da Junta de Freguesia de Tramagal, no concelho de Abrantes.

Segundo Vítor Hugo Cardoso, ele próprio residente na aldeia do Crucifixo, os elementos da PJ terão abordado alguns populares numa manhã desta semana, dia em que ocorrem buscas em várias localidades do país.

- Publicidade -

“Os pais do Luís moram aqui no Crucifixo, mas eu já não o vejo por cá há alguns anos”, acrescentou. Segundo alguns populares, a PJ terá conversado também com os pais do acusado, na casa destes.

Luís Gaiba é um dos agentes da PSP que está a ser acusado. Foto: DR

Um dos dois agentes da PSP detidos no caso do furto das pistolas Glock ficou em prisão preventiva na sexta-feira, segundo disse à agência Lusa o advogado, sem precisar qual o acusado com a medida máxima de coação.

Santos Oliveira, advogado dos dois agentes da PSP, indicou que um dos seus clientes ficou em prisão preventiva e o outro com termo de identidade e residência, a medida de coação menos gravosa.

Segundo o mesmo advogado, outros cinco arguidos no mesmo processo ficaram sujeitos a apresentações periódicas às autoridades.

A Polícia Judiciária esteve na aldeia de Crucifixo, na quarta-feira. Foto: mediotejo.net

Sete arguidos suspeitos do furto de 57 pistolas Glock da PSP, incluindo os dois polícias, começaram a ser interrogado na sexta-feira no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.

A identificação dos sete arguidos envolvidos no processo tinha terminado na quinta-feira, com a audiência de interrogatório a ser marcada para sexta-feira.

Nove pessoas foram detidas na quarta-feira na sequência da operação “Ferrocianeto” relacionada com o furto de armas na direção nacional da PSP, ocorrido em 2017, segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR).

A operação da PSP envolveu 150 agentes policiais e abrangeu os concelhos de Abrantes (Crucifixo/Tramagal), Vila Nova de Gaia, Gondomar, Mafra, Alvaiázere, Sintra, Cascais, Oeiras, Lisboa, Almada e Albufeira.

São sete os arguidos suspeitos do furto de 57 pistolas Glock da PSP, incluindo os dois polícias. Foto: DR

De acordo com uma nota da PGR, no decurso das diligências foram efetuadas nove detenções, sete das quais relacionadas com o inquérito em causa (três em cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público e quatro em flagrante delito).

Duas pessoas foram detidas por posse de objetos proibidos, não estando as detenções relacionadas com o inquérito sobre o furto das 57 armas Glock retiradas da direção nacional da PSP, em 2017.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -