Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Duatlo João Campos condiciona trânsito este domingo

Devido à realização da prova de duatlo João Campos este domingo, dia 14 de julho, o trânsito irá estar condicionado em Abrantes, nas zonas de São Lourenço, Cabeço da Chainça, Cabeço da Senhora da Luz, Paúl e Abrançalha de Cima, entre as 10h00 e as 13h00.

- Publicidade -

O trânsito estará interrompido na Rua de São Jerónimo e na Alameda da Paz (o que condicionará o acesso ao Cemitério de Santa Catarina e o percurso do “aBUSa”), na Rua do Cabeço da Senhora da Luz, na Rua Sophia de Mello Breyner, na Rua dos Oleiros (no entroncamento com a Rua da Capela de São Lourenço), na Rua da Capela de São Lourenço (entre a rotunda de São Lourenço e a Rua dos Oleiros) e na EM547-1 (ligação da Rua dos Oleiros ao cruzamento Paul/Senhora da Luz com passagem sobre a A23), pelo que não será possível fazer-se a ligação das zona do Cabeço da Chainça, do Cabeço da Senhora da Luz, São Lourenço e Rua dos Oleiros a Paúl, Senhora da Luz ou Abrançalha de Cima e vice-versa, devendo o trânsito, nessa altura, ser desviado por Abrançalha de Cima, Abrançalha de Baixo, EN3, Avenida de Aljubarrota e Rotunda do Quartel e vice-versa.

Haverá de igual modo alguns condicionamentos pontuais ao trânsito nos arruamentos limítrofes, embora sem interrupções do trânsito e no final da prova serão restabelecidas as normais condições de transitabilidade.

- Publicidade -

Estes condicionamentos ao trânsito serão regulados pela PSP e pela GNR.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome