- Publicidade -

Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Abrantes | Despiste de moto causa morte a elemento do GIPS

Um despiste de motociclo causou hoje em Abrantes a morte a um homem de 27 anos, um elemento do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR que estava a operar no heliporto em Sardoal. O despiste fatal ocorreu às 14:43, na EN 358, num local entre Aldeia do Mato e Carvalhal.

- Publicidade -

À chegada ao local, os bombeiros encontraram o sinistrado em paragem cardiorrespiratória. Apesar das tentativas de reanimação, o óbito acabaria por ser declarado no local do acidente. A morte de André Mendes, residente em Abrantes, gerou uma onda de consternação junto dos amigos e da sociedade.

Os bombeiros de Abrantes estiveram presentes com quatro viaturas e 10 operacionais, para além da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Médio Tejo e a GNR.

- Publicidade -

Acidente de moto foi fatal para o jovem militar. Foto: Hélio Madeiras

Acidente causa dois feridos graves em Bugalhos

Um acidente na A1, ao km 88, na freguesia de Bugalhos, concelho de Alcanena, causou hoje dois feridos graves. O despiste da viatura automóvel ocorreu às 8:26.

Mulher ferida a tiro com gravidade em Tomar

Uma mulher foi ferida com gravidade na segunda-feira ao ser baleada em Charneca de Peralva, no concelho de Tomar, confirmou fonte da GNR à Lusa, não adiantando detalhes sobre qualquer detenção ou motivos para a ocorrência.

O alerta foi dado às 19:26 e no local estiveram dez operacionais da GNR, Bombeiros Municipais de Tomar, ambulância SIV (Suporte Imediato de Vida) e Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

Segundo fonte dos Bombeiros Municipais de Tomar, a vítima é uma mulher com idade “entre os 30 e os 40 anos”.

c/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome