Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Novembro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Deputada do BE questiona ministra da Agricultura sobre descargas de suinicultura

A deputada do Bloco de Esquerda eleita por Santarém, Fabíola Cardoso, na audição da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, na Assembleia da República, questionou sobre as descargas poluentes de uma suinicultura situada na Quinta da Craveira, em Abrantes.

- Publicidade -

A intervenção da deputada do Bloco de Esquerda centrou-se nas descargas poluentes efetuadas por uma suinicultura industrial situada na Quinta da Craveira, Lugar do Marco, em Abrantes, que têm contaminado solos, vegetação, águas superficiais e subterrâneas, afetando a qualidade de vida dos habitantes daquela localidade da União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede.

Em nota de imprensa, o Bloco de Esquerda lembra que “a situação arrasta-se há mais de uma década sem que as entidades competentes ponham cobro à poluição. No dia 9 de fevereiro ocorreu uma nova descarga poluente” (ver fotos em baixo), prontamente denunciada à Câmara Municipal de Abrantes, à Agência Portuguesa do Ambiente e à GNR.

- Publicidade -

Segundo o BE, o partido “tem exigido o reforço das ações inspetivas e o apuramento de responsabilidades, propondo a criação de serviços públicos de tratamento e valorização de resíduos agropecuários na região”.

Dirigindo-se à ministra da Agricultura, que conhece bem a situação dado as suas anteriores responsabilidades enquanto autarca do Município de Abrantes, a deputada Fabíola Cardoso questionou o Governo sobre medidas concretas, meios e recursos disponíveis para resolver a situação e exigiu ações para a descontaminação de solos e massas de água.

As intervenções da deputada Fabíola Cardoso e da ministra da Agricultura podem ser consultadas através das seguintes ligações:

https://www.facebook.com/109062143902103/posts/267647604710222/

https://www.facebook.com/109062143902103/posts/268059171335732/

 

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome