Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Delegação de Macau visitou cidade para conhecer realidade autárquica

Uma delegação do Conselho Consultivo para a Reforma da Administração Pública de Macau esteve esta quinta-feira, 8 de setembro, em Abrantes para conhecer a realidade autárquica em matéria de utilização de procedimentos eletrónicos.

- Publicidade -

Segundo informação divulgada pela Câmara Municipal de Abrantes, a referida delegação, composta por elementos de diferentes áreas e serviços do Governo de Macau e também de Associações Não Governamentais,” ficou a conhecer a missão e estrutura orgânica da Câmara Municipal, os princípios orientadores da transformação digital na câmara como a intranet, a plataforma 360 ou o orçamento participativo”.

Foi também apresentado o caso da desmaterialização dos procedimentos administrativos de aplicação em obras e licenciamento, o âmbito da plataforma “Abrantes Cidade Inteligente”, bem como as aplicações “Sou Cidadão” e a App Descubra.

- Publicidade -

“A região administrativa de Macau pretende impulsionar a introdução das tecnologias na Administração Pública, pelo que esta visita de trabalho a Portugal visa conhecer a realidade da administração central e local tendo, neste caso, sido identificado Abrantes como um exemplo de boas práticas”, acrescenta a nota de imprensa da autarquia de Abrantes.

Na sessão de boas-vindas, a presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, enfatizou a importância das ferramentas tecnológicas ao serviço dos cidadãos, para que se sintam “mais dentro do processo” e com respostas positivas para os “desafios” colocados pela atividade da autárquica. Para encontrar respostas vocacionadas para os cidadãos do mundo moderno, “cada vez mais informados e “mais exigentes”, a autarca sublinhou que as autarquias devem estar preparadas para esse desafio, trabalhando respostas para que o cidadão “se sinta dono do problema, mas também mais dono da solução”.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome