Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 31, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Curta-metragem de alunos conquista Prémio Nacional de Animação

A curta-metragem realizada pelos alunos da Escola EB1 de São Miguel do Rio Torto, do concelho de Abrantes, conquistou o Prémio Nacional de Animação na Festa Mundial da Animação deste ano. O filme “Da Janela da Minha Escola” destacou-se entre os seis concorrentes da categoria “Filmes de Oficina” e conquistou o júri e o público. Um reconhecimento nacional que, segundo Lurdes Martins, presidente da Palha de Abrantes, devia refletir-se a nível local.

- Publicidade -

A curta-metragem de animação “Da Janela da Minha Escola”, realizada pelos alunos do 3º ano da Escola EB1 de São Miguel do Rio Torto e produzida pela Associação Palha de Abrantes – Associação de Desenvolvimento Cultural, foi uma das vencedoras da quarta edição do Prémio Nacional de Animação, organizado pela Casa da Animação.

Os resultados foram conhecidos durante a 15ª Festa Mundial da Animação 2016, que decorreu em Barcelos entre os dias 25 e 30 de outubro, e o filme encontrava-se entre os 18 selecionados para as categorias “Filmes de Escola”, “Filmes de Profissionais” e “Filmes de Oficina” (seis em cada), tendo vencido a última.

- Publicidade -

Contactada pelo mediotejo.net, Lurdes Martins, presidente da Palha de Abrantes, considera “fantástico” o reconhecimento nacional do projeto que envolveu cerca de 80 pessoas, entre 20 crianças e outros elementos da comunidade escolar, equipa técnica e membros da associação.

A mesma salientou que a notícia foi recebida com alegria por parte das professoras e dos alunos, apesar de ainda não terem visto o resultado final devido às limitações financeiras com que a associação se depara atualmente. A situação, diz, verifica-se pela primeira vez desde que se realiza o ANIMAIO e o corte nos apoios leva a que a Palha de Abrantes não consiga assegurar o transporte das escolas, nem a exibição do filme.

“Da Janela da Minha Escola” é a segunda das quatro curtas-metragens produzidas no âmbito do ANIMAIO 2015 a ser premiada depois do documentário animado “Da Minha Janela” ter recebido uma Menção Honrosa no Prémio Jovem Cineasta Português no CINAMINA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho, em julho do ano passado. Tânia Duarte, da Bichinho de Animação, e Pedro Magano estiveram envolvidos em ambos, a primeira assegurando a orientação dos alunos e o segundo a sonorização.

Frame da curta-metragem "Da Janela da Minha Escola". Foto: DR
Frame da curta-metragem “Da Janela da Minha Escola”. Foto: DR

Os quatro projetos tiveram como ponto de partida “A Paisagem” e as consequências da intervenção humana, nomeadamente a morte das palmeiras provocada pelo Rhynchophorus Ferrugineus, mais conhecido por escaravelho vermelho ou das palmeiras.

No caso da curta-metragem realizada na Escola EB1 de São Miguel do Rio Torto, o tema recaiu nos sobreiros existentes na paisagem que os alunos “veem todos os dias” da janela da escola e à qual passaram a dar “uma importância diferente”.

O objetivo, diz Lurdes Martins, passa pelo “despertar de consciências, de sentidos e de emoções do que está próximo de nós” e a “sustentabilidade” da curta-metragem vencedora resultou da vertente pedagógica aliada à sensibilidade da equipa pelo tema e ao trabalho desenvolvido nas escolas.

A presidente da associação destaca os “parcos recursos” que tornam o processo mais difícil, mas “levam-nos a fazer coisas boas” e revela que a conquista do Prémio Nacional de Animação não a apanhou totalmente de surpresa pois “estava um bocadinho à espera”.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome