Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Setembro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Criador de blog de viagens diz ter “cuidado” em revelar alguns sítios paradisíacos

Carlos Bernardo, criador do Blog “O meu escritório é lá fora”, contou aos alunos de equitação e turismo, professores, e a todos os presentes na Biblioteca de Abrantes, que existem sítios que ele tem medo de dar a a conhecer e até mesmo de revelar o nome, pois são lugares que quase ninguém conhece e isso pode trazer uma mudança considerável para os habitantes dessas áreas remotas e praticamente “virgens”.

- Publicidade -

Em alguns lugares, quando fez contacto para avisar que iria até o local com o objetivo de escrever a respeito das experiências vividas, das paisagens e da própria localidade em si, já ouviu frases como, “não sei se você é o tipo de pessoa que queremos aqui”, revelou Carlos Bernardo, no âmbito de um workshop sobre como criar um blog, que na quinta-feira, 20 de abril, na Biblioteca Municipal António Boto, em Abrantes.

“Descobri umas praias que tenho medo até de dizer o nome”, sussurrou, como se não quisesse dizer, em voz baixa: “a Ria Formosa, no Algarve, é uma delas”. O perigo, disse, “é de que pessoas, sem nenhum tipo de respeito pelos moradores, pela natureza e o meio ambiente, encontrem esses locais”, tendo, por isso, defendido:”vamos com calma não estraguem”.

- Publicidade -

O escritor de histórias de viagens, partilhou uma experiência que vivera na Ilha dos Açores, quando um surfista pegou uma anchova, que aparentemente teria cerca de 10 quilos, retirou parte do lombo do peixe e cortou em “sashimi” e eles comeram ali mesmo na areia. “Parecia que estava com a boca dentro da água”, disse ele, tamanha era a frescura e suculência.

“O meu escritório é lá fora”, o nome do blog, e hoje a empresa criada em torno desta ideia, e foi batizado assim pois Carlos, o seu criador, que tem formação académica na área de Engenharia Civil, “estava aborrecido com o escritório” entre quatro paredes.

Hoje, “O meu escritório é lá fora”, é o seu “projeto de vida” e uma das dicas para que um blog dê certo, além de identificar a necessidade das pessoas, é fazer aquilo de que se gosta, mas de maneira diferenciada.

Por mais que as pessoas não saibam que tem “um problema”, ele diz “criar um problemas às pessoas” e depois apresenta uma solução e, é isso que ele acaba por vender. “Essa é a minha particularidade como sonhador. É o de sonhar e de criar, pois eu acredito que é possível”, declarou, com entusiasmo.

Sempre a interagir ao máximo com o público presente, Carlos Bernardo, abrantino, partilhou as aventuras vividas, em boa parte das vezes dentro de Portugal. Expôs fotos, contou histórias, a sua “paixão”, inclusive quando está a “beber um copo de gin”, disse, está a “beber histórias”.

Vinicius Alevato, 30 anos, estudante de comunicação, está a aprender a
observar uma região com o olhar atento aos factos. Acredita no
jornalismo de proximidade e na importância de servir as pessoas através
da boa informação.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome