Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | CRIA lança recolha de bens em prol das vítimas dos incêndios de Pedrógão Grande

O CRIA – Centro de Recuperação e Integração de Abrantes juntou-se à onda de solidariedade que corre o país em torno da causa de apoio às vitimas dos incêndios no concelho de Pedrogão Grande. Nas redes sociais a IPSS apela a partir desta sexta-feira à entrega de bens alimentares, produtos de higiene pessoal, higiene habitacional, roupa de casa, utilidades domésticas e outros bens. A entrega de bens deve ser feita até às 14:00 de dia 28 de junho na sede da instituição, em Alferrarede.

- Publicidade -

Solicitando colaboração de todos os cidadãos e entidades e reconhecendo que “esta é uma boa causa”, o CRIA divulgou uma lista orientadora dos bens a doar, a qual passamos a citar.

– Bens alimentares (enlatados, águas, leite, açúcar, farinha, arroz, massa, entre outros);
– Produtos de higiene pessoal (fraldas para adulto e criança, papel higiénico, shampôs, gel de banho, cremes, pasta de dentes, escovas de dentes e escovas para o cabelo, giletes, creme de barbear, entre outros);
– Higiene habitacional (detergentes para roupa e chão e outros produtos de limpeza);
– Roupa de vestir e calçado (homem, mulher e criança) ;
– Roupa de casa (toalhas, lençóis , cobertores e almofadas);
– Utilidades domésticas (pratos, tachos, copos, talheres e outros);
– Outros bens (móveis, pequenos eletrodomésticos, colchões e outros).

- Publicidade -

Morada das instalações: CRIA – Centro de Recuperação e Integração de Abrantes, Quinta das Pinheiras, Apartado 73, Alferrarede.
Para mais informações deve contactar-se: 961192762, 961192745 e 241379750.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome