Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Junho 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Creative Camp está de regresso para estimular a criatividade, a inovação e a arte

Entre 2 a 8 de julho, Abrantes recebe a quinta edição do 180 Creative Camp, este ano com três eixos de programação: Academia, Fábrica e Festival. Em conferência de imprensa na manhã de segunda-feira, na Praça da República, Maria do Céu Albuquerque, presidente da CMA, mencionou a importância do evento que é já “uma referência internacional” e que pretende ser uma “marca” no domínio da criatividade e inovação. O orçamento alocado para a realização desta edição é de 75 mil euros.

- Publicidade -

Esta será a quinta de 8 iniciativas que servem “para consolidar esta marca enquanto uma referência abrantina de Portugal e da Europa no domínio da criatividade. Aquilo que queremos é estimular a criatividade, a inovação, nas nossas crianças e jovens, e que isso possa ter um valor social em primeiro lugar importante para a definição de uma estratégia coletiva para os nossos cidadãos”, explicou Maria do Céu Albuquerque em conferência de imprensa que decorreu na Praça da República, local que será um dos palcos para esta edição do Creative Camp.

A consolidação ainda não aconteceu, admitiu a autarca, havendo um reforço com esta quinta edição da parceria com o Canal 180, ditando como “referência internacional” o Creative Camp de Abrantes.

- Publicidade -

O objetivo desta parceria em continuidade entre autarquia e Canal 180 passa por “criar estímulo à criatividade e acrescentar valor social efetivo na comunidade, e depois que o investimento da autarquia possa ter retorno imediato na economia local, mas possa ter retorno a médio-longo prazo porque estamos absolutamente convictos que é a partir do estímulo à criatividade, à inovação, que a nossa economia vai fazer diferente”.

Conferência de imprensa de apresentação do 5º Creative Camp que decorre em Abrantes de 2 a 8 julho. Maria do Céu Albuquerque, presidente da CMA, e Luís Fernandes, representante do Canal 180. Foto: mediotejo.net

A autarca mencionou ainda o retorno económico que também reveste esta aposta, uma vez que se pretende “atrair artistas, criativos, que deixem aqui marcas e obras, e que essas obras possam servir para atrairmos públicos, turistas, para que possamos ter uma galeria a céu aberto e que sirva para alavancar também o turismo cultural, estamos a fazer de tudo para que seja uma referência no nosso território”.

75 mil euros destinados a este evento, “que têm um retorno imediato na nossa comunidade porque é aqui que dormem, que comem, que compram os materiais, e que se reproduz numa mais-valia na nossa economia”.

As expetativas “são muito grandes” e Maria do Céu Albuquerque convida todos a participar. “Que venham, que participem, que se inteirem do programa, porque há um conjunto de iniciativas com criativos nacionais e internacionais que importa conhecer, mas depois também há uma participação muito grande da comunidade local que temos que apoiar”.

100 Anos – 100 Rostos. Foto: mediotejo.net

Do outro lado da rua, recordou ainda a autarca que fora concluído na noite de domingo, dia 25 de junho, o Mural dos 100 Rostos, junto à Biblioteca Municipal António Botto. Esta é uma instalação comemorativa no âmbito do Centenário, que inclui 100 personalidades propostas pela comunidade no sentido de terem marcado de alguma forma os 100 anos de Abrantes enquanto cidade.

Luís Fernandes, enquanto representante do Canal 180, mencionou que este campo continuará a ser “academia de verão”, um evento que “atrai criativos de todo o país e de todo o mundo, estudantes e jovens profissionais de diferentes áreas e escolas, que durante uma semana mantêm um programa de formação em Abrantes”.

Quanto à distribuição da programação, que será de Festival, para dinamizar o território onde se insere o projeto, o centro histórico, onde a animação musical acontecerá todas as noites com concertos “em diferentes cantinhos e pracinhas do centro histórico”.

O programa é ainda de Fábrica, uma vez que “pressupõe uma série de intervenções no território”, havendo este ano a premissa de se criar mais relação com a comunidade, haver mais construção em conjunto, “mais do que uma marca e rasto que fica no digital para as gerações que trabalham no evento”.

Também a Academia tem lugar na edição deste ano entre os três eixos de programação. Consiste em três workshops dinamizados por artistas participantes, durante toda a semana, na área da fotografia, do vídeo, e do design.

Os 3 eixos da edição de 2017 do 180 Creative Camp, que acontece pelo 5º ano em Abrantes: Academia, Fábrica e Festival.

Na abertura, domingo, dia 2, haverá concerto Holy Nothing, nos jardins do Castelo pelas 22h00, momento de receção aos participantes desta edição.

Dia 3, segunda-feira, destaca-se a 180 Media Arts Conference, no Cine-Teatro São Pedro, a partir das 15h00. “Temos como objetivo tornar um evento com acesso gratuito em que se possa convidar todos aqueles que não possam passar toda a semana connosco em Abrantes, passam pelo menos um dia, uma tarde, com um ciclo de conferências sobre este território”, com fotografia, vídeo, arquitetura, design.

Destaque também para o trabalho Origami, de Manuel Bouzas Cavada e Clara Álvarez, com curadoria de Javier Peña Ibañez, pelas 19h00 na Praça da República.

Na terça-feira, dia 4, o lado formativo vem ao de cima com a iniciativa Portefolio Review que resultará numa mostra de projetos e trabalhos ao qual a ESTA – IPT se juntará com os artistas/ateliês Jeff Hamada, The Creator Class, Put Put, Javier Peña Ibañez e 44 Flavours pelas 18h00.

Na quarta-feira, dia 4, haverá “apresentação de projetos mais locais”, de uma seleção de quatro projetos “do território”, que a organização achou ser interessante dar a conhecer à comunidade internacional do Camp “casos de boas práticas aqui do território”. Rui Reis (Cerveja Ermida), Paulo Estrada (Sofalca), Lurdes Martins (Palha de Abrantes), Carlos Bernardo (‘O Meu Escritório é Lá Fora’) e o designer Paulo Passos serão os nomes a juntar a Thomas Maid da What Else Europe numa conversa “bilateral”.

Sexta-feira, dia 7, a partir das 18h00, começarão a ser inauguradas peças construídas ao longo da semana.  Caso da peça Aurantes, de Diogo Aguiar Studio, no centro histórico, e a apresentação de um filme de João Sousa, ‘Veja, não mexa’, cujo desafio lançado passou por “pensar um bocadinho sobre a cultura e o território, e ver o que se pode descobrir”. João Sousa partiu do mote cidade-jardim, com a história do jardineiro que tornou Abrantes a Cidade Florida. O filme irá ser apresentado pelas 22h00 na Praça da República.

A noite termina com concerto da AMA – Academia de Músicos de Abrantes, pelas 22h15, no mesmo local. O projeto de Centenário vai ensaiar durante a semana no Cineteatro, prevendo-se estreia de peça escrita para Abrantes.

Por fim, a semana termina no sábado, dia 8, e aqui a organização tem o objetivo de convidar a população para fazer um percurso pelo centro histórico e descobrir as diferentes peças e intervenções, a partir das 18h00, sendo que o dia termina no Skate Parque a partir das 22h00, com concerto de hip hop do Conjunto Corona.

O Creative Camp regressa a Abrantes pelo quinto ano consecutivo e conta com um programa de colaborações criativas nacionais e internacionais, numa semana de workshops, concertos, conferências, intervenções urbanas e descoberta do território, abertos a toda a comunidade abrantina. Os artistas convidados e os participantes vêm de áreas como o design, a fotografia, a instalação, a arte, o vídeo, e a arquitetura.

Calendarização: http://180.camp/CreativeCamp2017_Calendar.pdf

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome