Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Conversa sobre arquitetura e criatividade no Parque Tejo

O papel e os limites da criatividade no domínio da arquitetura vão estar em debate, este sábado dia 14 de abril, às 15h00, no Parque Tejo, localizado no Aquapolis Sul, em Rossio ao Sul do Tejo, no concelho de Abrantes. A sessão intitulada “Criativos: à conversa sobre… A Arquitetura e a Criatividade” é aberta ao público.

- Publicidade -

O evento é realizado pela Associação Médio Tejo Criativo, em parceria com a Associação Rossio Con Vida. Este segundo ciclo de “À Conversa”, dedicado
à arquitetura, tem como objetivo promover o diálogo entre os profissionais da área e o público presente, procurando responder às seguintes questões: O que é ser Arquitecto?; como se liga a arquitetura e a criatividade?; como compatibilizar a criatividade e a funcionalidade?

O Programa do evento é o seguinte:

- Publicidade -

15h00 – Receção dos participantes
15h15 – Abertura e boas-vindas
15h20 – Intervenções dos oradores: António Castel-Branco (arquiteto); Jorge Mascarenhas (arquiteto); Miguel Gil Silva (arquiteto, representante da delegação do centro da Ordem dos Arquitetos); Olga Pinto Duarte (arquiteta). A moderação estará a cargo de Jorge Simões (especialista em cidades e culturas urbanas).
16h30 – Debate
17h00 – Rossio de honra

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, podendo ser realizadas pelo endereço https://www.facebook.com/events/209099239860155

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome