Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Condenada a 13 anos de prisão por tentar matar marido na Suíça

A abrantina Telma García, 31 anos, foi condenada a pena de prisão na última sexta-feira, 24 de agosto, pelo crime de tentativa de homicídio, avança o Jornal de Notícias. A portuguesa chegou a estar na lista de criminosos mais procurados pela Interpol pela tentativa de assassinato do marido na Suiça, tendo sido capturada posteriormente no Brasil.

- Publicidade -

Telma García é natural de Abrantes e vivia com o marido, de nacionalidade belga, em Rossens, na Suiça. Segundo avança o Jornal de Notícias, em abril de 2014, com a ajuda do amante de nacionalidade brasileira, tentou matá-lo, apontando-lhe uma arma de fogo e obrigando-o a beber uma mistura de veneno para ratos com um pesticida. Na tentativa de simular suicídio ainda cortaram um dos pulsos da vítima, mas esta acabaria por recuperar os sentidos e sair de casa, sendo socorrida por um vizinho.

Segundo a imprensa suíça, cita, Telma Garcia conseguiu fugir para o Brasil, onde acabou por ser localizada e capturada pelas autoridades, nesse mesmo ano, no Rio de Janeiro. Em tribunal, a portuguesa não mostrou sinais de arrependimento, refere o jornal. O juiz sublinhou, em particular, a sua frieza, e concluiu que cometeu o crime movida por ódio e vingança.

- Publicidade -

Telma García foi agora condenada a 13 anos de prisão por um tribunal suíço. O marido sobreviveu.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Psicopata assassina… certamente foi influência do … enfim diferentes culturas e maior ignorância… e a ganância do dinheiro fácil. Lamentável e vergonhoso. Excelente desfecho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome