- Publicidade -

Abrantes | ‘Cinanima em casa’ disponibiliza cinema de animação para crianças

A iniciativa gratuita ‘Cinanima em casa’ é lançada em pleno mês de fevereiro, estende-se até início de março, e destina-se a todas as famílias em confinamento. O Espalhafitas – Cineclube de Abrantes, é um dos parceiros da iniciativa e os filmes estão todos disponíveis na plataforma Vimeo.

- Publicidade -

Contempla dois programas multi-temáticos de cinema de animação, num total de 16 curtas-metragens portuguesas e estrangeiras, de realizadores conceituados, selecionados do próprio Festival Cinanima.

Também filmes criados por crianças, no âmbito do Crianças Prime1rº, ação do Serviço Educativo do Cinanima, e em atividades sob a orientação de espaços de animação onde se inclui o Espalhafitas – Cineclube de Abrantes, e também o Centro Lúdico da Imagem Animada Anilupa, a Casa Museu de Vilar e o Cineclube de Viseu.

- Publicidade -

Os filmes estão disponíveis na plataforma Vimeo e para aceder basta clicar no link: https://www.cinanima.pt/cinanima-em-casa, submetendo diretamente o seu pedido.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).