Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Caminhada assinalou Dia da Eliminação da Violência Contra as Mulheres

De forma a assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, que se celebra este domingo, a REIVA – Rede Especializada de Intervenção na Violência de Abrantes -, promoveu na manhã deste sábado uma caminhada pelas ruas do centro histórico da cidade de Abrantes.

- Publicidade -

A iniciativa pretendeu sensibilizar a comunidade em geral para a necessidade da eliminação da violência e destinou-se à participação de todos os cidadãos que se quiseram juntar a esta causa.

A Praça Barão da Batalha foi o ponto de encontro e de chegada, com a realização de sessões de yoga. O percurso realizou-se na área do casco do Centro Histórico, com três paragens para apresentação de estatísticas alusivas ao tema (Praça Raimundo Soares); leitura de texto alusivo à temática (Jardim da República e breve abordagem jurídica sobre o crime de violência doméstica (junto ao edifício do Palácio da Justiça).

- Publicidade -

Foto: CM ABT

A Rede Especializada de Intervenção na Violência é composta por diferentes entidades do Concelho de Abrantes e outras que se verifiquem como essenciais para a sua operacionalização, sendo coordenada pela Câmara Municipal. O trabalho desenvolvido por essa estrutura prende-se com a promoção de respostas organizadas em rede por forma a encontrar soluções eficazes para prevenir e apoiar vitimas de violência doméstica ou familiares das vitimas.

c/CM ABT

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome