Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Câmara apoia coletividades desportivas com 190 mil euros

O executivo camarário aprovou por unanimidade, esta terça-feira 31 de outubro, em reunião de Câmara, a atribuição de 190 mil euros às coletividades desportivas do concelho que se candidataram à Medida 2 – Desporto, no âmbito do programa FinAbrantes. De acordo com a presidente Maria do Céu Albuquerque a verba será distribuída por “34 coletividades na promoção de 25 modalidades” diferentes. Em destaque esteve o regresso do boccia ao Centro de Recuperação e Integração de Abrantes (CRIA).

- Publicidade -

O Município de Abrantes mostrou que, em 2018, vai continuar a apoiar o movimento associativo, concretamente a promover o desporto, ao aprovar em reunião ordinária de Câmara Municipal (CM) o montante de cerca de 190 mil euros, no âmbito do programa FinAbrantes para financiar “a atividade regular das associações desportivas”, disse a presidente.

Maria do Céu Albuquerque sublinhou tratar-se da consolidação da estratégia do executivo “não só para o estímulo à atividade competitiva no âmbito do desporto em Abrantes, mas também à prática de modalidades de lazer e fruição no estímulo da qualidade de vida dos cidadãos”. Isto acontece “seja em desportos coletivos seja em individuais” num apoio “a 34 coletividades que desta forma veem o reforço financeiro para poderem promover a prática desportiva” envolvendo 25 modalidades distintas.

- Publicidade -

Referindo o regresso da modalidade paraolímpica boccia ao CRIA, a autarca destacou que este apoio financeiro vai mais além, uma vez que os 190 mil euros, no âmbito do FinAbrantes, pretendem apoiar a “pratica de atividades que não têm quadros competitivos como é o caso do cicloturismo e do BTT, da pesca desportiva, do snooker, do trail e da orientação”. A CM considera que “devem ser criadas condições para permitir o reforço noutras práticas que são também importantes na comunidade” abrantina e que não estavam até agora “valorizadas no âmbito deste regulamento”, explicou.

Embora sem data e local definidos para a assinatura dos protocolos com várias coletividades, Maria do Céu Albuquerque garantiu que ocorrerá brevemente, uma vez que a época desportiva já começou e a CM quer, segundo a presidente, “criar condições para que as coletividades possam avançar rapidamente com a melhor utilização destas verbas”.

A presidente aproveitou a ocasião para registar que o Orçamento Municipal para 2018 prevê investimento no “reforço das condições de utilização do parque desportivo”  do concelho nomeadamente no Pego com a substituição do piso e da rede de água “que vem consolidar a intervenção feita para a substituição da cobertura” disse, lembrando a instalação de relvado sintético no Pego, em Tramagal e em Alferrarede.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome