Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Bruno Ferreira vence Trial de 100 km entre centenas de atletas

Bruno Ferreira (Águias de Alvelos), foi o vencedor da 2ª edição do Trail Abrantes 100 km com o tempo de 9 horas 36’23’’, em prova disputada no sábado por centenas de atletas de todo o país e pontuável para o Ultra-Trail Du Mont-Blanc.

- Publicidade -

No segundo lugar ficou Luiz Mota, da Casa do Benfica em Abrantes (10 horas 7’57’’), e na terceira posição José Narciso, do Clube Orientação e Aventura (COA), com o tempo de 11 horas e 11’35’’.

A partida foi dada na madrugada de sábado, 9 de dezembro, pela 01h00, na Cidade Desportiva de Abrantes, e onde mais de 240 super-atletas marcaram uma das mais desafiantes páginas dos grandes eventos desportivos deste novo centenário da cidade. qualificativa para o Ultra-Trail Du Mont-Blanc, uma corrida pedestre, com uma distância de 100km, com possibilidade de se fazer individualmente ou em Estafeta, de 2 ou de 4 elementos.

- Publicidade -

Foram 92 os inscritos para participar a solo, 26 em dupla e 124 nas estafetas de 25 km, atletas que correram pelos trilhos marcados nas Freguesias de Abrantes e Alferrarede, Mouriscas, Alvega e Concavada, Pego, Rossio ao Sul do Tejo e S. Miguel do Rio Torto e Tramagal.

Lançado em 2016 pelo comissário do centenário, Prof. Nuno Gomes, a segunda edição do Trail Abrantes 100 é uma iniciativa municipal e que conta com a colaboração na organização do Clube Orientação e Aventura de Abrantes.

O trail de 100 Km contou com cerca de 12 500 fitas e 12 500 refletores, para além de 160 voluntários envolvidos e dos colaboradores municipais e elementos do COA, números que ilustram a dimensão deste evento desportivo municipal.

Fotos: CM ABT

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome