Abrantes | Bombeiros defendem habitações de chamas em Ribeira da Brunheta e dominam incêndio (ATUALIZADA/c/AUDIO)

Bombeiros defendem habitações de chamas na aldeia de Ribeira da Brunheta, Abrantes. Foto ilustrativa: DR

22:00 – Está dominado e em fase de rescaldo o incêndio que lavrou desde as 17:21 em Aldeia do Mato (Abrantes), e que mobilizou cerca de 250 bombeiros, apoiados por dezenas de viaturas e 11 meios aéreos. Um bombeiro foi assistido por inalação de fumos e exaustão, e uma senhora retirada da sua habitação em Ribeira da Brunheta, por precaução, devido à proximidade das chamas e ao estado de nervos em que se encontrava. A principal preocupação foi defender, numa fase inicial, pessoas e bens, uma vez que havia habitações na linha de fogo, o que foi conseguido.

PUB

O Comandante dos Bombeiros Voluntários de Abrantes, António Manuel, apelou aos cuidados redobrados na floresta e nas zonas rurais, tendo lembrado que os descuidos e a negligência são dos principais fatores causadores de fogos, a par de atos criminais e intencionais. As causas deste incêndio ainda não foram apuradas.

A Proteção Civil alertou hoje para o aumento do risco de incêndios rurais, em especial nas regiões do sul e do interior norte e centro, devido ao vento e subida da temperatura previstos para os próximos dias. O distrito de Santarém vai passar, a partir das 00:00 de terça-feira e até às 24:00, para estado de alerta especial laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, devido ao perigo de incêndio rural.

PUB

20:30 – Na aldeia de Ribeira da Brunheta, na União de Freguesias de Aldeia do Mato e Souto (Abrantes) 179 bombeiros apoiados por 49 viaturas continuam a combater um incêndio que mantinha um setor ativo cerca das 20:30. Segundo o CDOS, o incêndio que deflagrou às 17:21 estava quase dominado, tendo contado até ao início da noite com o apoio de 11 meios aéreos. Um bombeiro foi socorrido por inalação de fumos mas já regressou ao combate. As habitações que estavam na linha de fogo não foram atingidas e combate está a “evoluir favoravelmente”, prevendo-se que as chamas estejam dominadas em breve.

Um outro incêndio deflagrou às 19:57 em Tomar, Fontaínhas, na fronteira com o concelho de Ourém, estando às 20:30 a ser combatido por 52 operacionais apoiados por 12 veículos. Segundo o CDOS o combate estava a “evoluir favoravelmente”. Às 22:00 este incêndio estava também dominado e em fase de rescaldo.

PUB

18:30 – Perto de uma centena de bombeiros apoiados por 10 meios aéreos estão a combater um incêndio que está a lavrar na zona norte do concelho de Abrantes, estando os meios concentrados na defesa de habitações na aldeia de Ribeira da Brunheta, Aldeia do Mato.

“O incêndio está em curso com uma frente ativa na zona de Aldeia do Mato e Souto, com habitações em risco na Ribeira da Brunheta e a serem defendidas pelos bombeiros”, disse ao mediotejo.net cerca das 18:20 o comandante Rodrigo Bertelo, do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Segundo o responsável, o alerta de incêndio foi dado às 17:21 para zona florestal e cerca de uma hora depois estavam no terreno 84 operacionais, apoiados por 19 viaturas e 10 meios aéreos, estando as preocupações centradas na defesa de bens e pessoas.

“Há mais meios a deslocarem-se para o local, com temperaturas muito elevadas e vento no local”, disse o comandante, tendo dado conta que o combate estava a evoluir favoravelmente cerca das 18:30.

Ainda pelo distrito de Santarém, registo para um incêndio que lavra com intensidade desde as 17:11 em Marmeleira, Rio Maior, e que estava a ser combatido às 18:20 por 57 operacionais, apoiados por 14 veículos e dois meios aéreos. Também em Marinhais houve alerta para um incêndio que já foi dominado.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here