Abrantes | Biblioteca promove encontro online com o escritor José Martinho Gaspar

“Almanaque da História de Portugal” é o título do novo livro do escritor e historiador José Martinho Gaspar, natural de Água das Casas, concelho de Abrantes, que será apresentado este sábado, dia 21, às 11:00,  numa sessão online.

O livro, da Editora Guerra & Paz, vai ser apresentado pela professora Isabel Borda d´Água, numa sessão online a partir da Biblioteca Municipal António Botto, e que vai contar com a presença do escritor.

Os interessados podem assistir online à apresentação através da página de Facebook e YouTube do Município de Abrantes, com acesso também no site da Biblioteca Municipal António Botto.

PUB

O livro “Almanaque da História de Portugal” pode ser encomendado (com ou sem autógrafo) pelo e-mail almanaque.jmg@gmail.com . As entregas serão feitas, sem pagamento de portes e sem custos ambientais, em Abrantes, Abrançalha, Alferrarede, Chainça e Rossio ao Sul do Tejo, durante o fim de semana de 21 e 22 de novembro, até às 13h.

José Martinho Gaspar nasceu em Água das Casas, Abrantes, em 1967. Licenciou-se em História na Universidade de Coimbra, onde também concluiu o mestrado em História Contemporânea, no âmbito do qual publicou A Primeira República em Abrantes: Evolução Política e Acção Laicizadora e Os Discursos e o Discurso de Salazar.

José Martinho Gaspar. Créditos: mediotejo.net

Particularmente interessado por história local, coordena o Centro de Estudos de História Local de Abrantes, onde dirige a revista Zahara há 17 anos. Amante de livros, bibliotecas e documentos antigos, fez uma pós-graduação em Ciências Documentais – Arquivo.

Professor de História de profissão, encontrou na escrita uma paixão. Em 2012, iniciou-se na ficção com o livro de contos Histórias Desencantadas; em 2015, trouxe a público uma obra que lhe saiu do coração, Água das Casas: Memórias de Uma Comunidade, e estreou-se na literatura para a infância com Um Mundo Quadrado: Visto Aqui Deste Lado; em 2016, publicou Sport Lisboa e Abrantes/Sport Abrantes e Benfica: 100 Anos; voltou aos contos em 2017, com Histórias de Ter de Ser. Vidas por Fios é o seu primeiro romance.

PUB
Mário Rui Fonseca
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).