Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

ABRANTES: Biblioteca acolhe dia 4 novas Jornadas de História Local

A XIII edição das Jornadas de História Local vai decorrer em Abrantes, na Biblioteca Municipal, na sexta-feira, dia 4 de dezembro, às 10:00, com o lançamento de uma nova edição da revista de História Local “Zahara”.

- Publicidade -

A programação da iniciativa, que vai decorrer durante todo o dia, até cerca das 18:00, inclui a abordagem de temas como os ‘Percursos da História Local’, o ‘Projeto de Musealização do antigo lagar dos Paulinos’, em Sardoal, ‘Arquivo Municipal Eduardo Campos de Abrantes e o Repositório de Memória e Memórias’, a ‘Iniciação à Genealogia’, ‘O arquivo no paradigma digital’ (as novas tecnologias e suas possibilidades), e a mineração romana, entre outros.

A iniciativa é organizada pelo Centro de Estudos de História Local (CEHLA) e a Associação de Desenvolvimento Cultural Palha de Abrantes, que assinala em 2015 os 20 anos de atividade.

- Publicidade -

PROGRAMA

10h00 Abertura dos trabalhos

10h15 Percursos da História Local Portuguesa, por Margarida Sobral Neto, do Centro de Estudos de História Local e Regional Salvador Dias Arnaut e da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

11h00 Intervalo

11h15 Projeto de Musealização do antigo lagar dos Paulinos – Sardoal, por Maria Jorge Rocha (Conservadora Restauradora) e Tiago Laranjeira (Arquiteto)

11h45 Instituto Terra e Memória – Uma plataforma de investigação para o século XXI, por Sara Cura, do Instituto Terra e Memória / Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado do Vale do Tejo

12h15 Lançamento do n.º 26 da Revista de História Local Zahara

12h45 Intervalo para almoço

14h30 Arquivo Municipal de Constância: passos de um percurso em (re)construção, por Rui Duarte, do Arquivo Municipal de Constância

14h50 Arquivo Municipal Eduardo Campos – Abrantes: Repositório de Memória e Memórias, por António José Morgado, do Arquivo Municipal Eduardo Campos

15h15 Iniciação à Genealogia, por António da Graça Pereira, investigador na área da genealogia

15h45 O arquivo no paradigma digital (as novas tecnologias e suas possibilidades) e o Museu Aurantes, por Alexandre Carrança e José Bandos, da Cooperativa Persona

16h15 Intervalo

16h30 Uma tese com um tema difícil: a mineração romana, por Carlos Batata, Arqueólogo

17h00 Encerramento

(Participação Gratuita / Não necessita de inscrição)

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here