- Publicidade -

Quinta-feira, Janeiro 20, 2022
- Publicidade -

Abrantes | BE promove sessão sobre “Fechar Almaraz e todas as demais”

“Fechar Almaraz e todas as demais” é o mote para uma sessão que o BE realiza esta sexta feira, dia 26 de maio, pelas 21H00, em Abrantes, na sede da União de Freguesias de Abrantes e Alferrarede, iniciativa que  insere-se numa série de eventos organizados pelo Bloco de Esquerda e por diversos movimentos e associações um pouco por todo o país, tendo como “pano de fundo” o encerramento da Central Nuclear de Almaraz e todas as outras que estão em solo espanhol.

- Publicidade -

Em nota de imprensa, o BE refere o “porquê” de “não ser só sobre o encerramento da central de Almaraz, dado ser aquela que mais perigo representa para a população portuguesa”, tendo afirmado que “desde há muito tempo que as populações de Portugal e Espanha se associam na luta em prol de um bem comum e que por isso vai além das fronteiras geográficas de ambos os países”.

“Seja através de associações, movimentos ou partidos politicos, o problema do nuclear na peninsula ibérica ganhou novos contornos com o prolongamento do funcionamento da Central de Almaraz, com o inicio da construção de um Armazém para Residuos Nucleares também em Almaraz e com o processo de reabertura de Central de Garona, num plano do Governo de Espanha e do lobby prónuclear para prolongar o parque de centrais nucleares existente em Espanha pelo menos até aos 60 anos”, refere a mesma nota.

- Publicidade -

Segundo o BE, “todos estes procedimentos estão envoltos em polémica tendo como denominador comum sobre o silêncio sobre os inúmeros incidentes e a constante quebra das regras de segurança inerentes a estas infraestruturas já de si potencialmente perigosas. Chernobyk, Fukushima e Three Mile Island são os testemunhos mais conhecidos em como a produção de energia elétrica via energia nuclear, não oferece garantias mínimas de que o processo é seguro e confiável Não existe tecnologia que possa reconverter, tratar e minimizar o resíduos nucleares resultantes desta actividade.O seu armazenamento em grutas, minas abandonadas, no fundo do mar são um perigo que se prolonga por milhares de anos. Perante este facto, não podemos ignorar que hoje já existe instalado um parque considerável de energias limpas e renováveis. A sua expansão será tanto mais ou menos consoante as apostas dos governos.

Esta sessão também servirá para divulgar a manifestação internacional antinuclear e em defesa das energias renováveis que vai ocorrer dia 10 de Junho, em Madrid e que junta na mesma causa associações, movimentos, partidos politicos e cidadãos comuns.

- Publicidade -

Sessão em Abrantes

Do programa constará a projecção de um documentário de cerca de 15mn sobre o drama de Chernobyl e depois seguir-se-ão os convidades que abrirão um espaço de informação e debate.

Participantes

Armindo Silveira, Bloco Esquerda (moderador)

Jorge Costa, Deputado do Bloco de Esquerda (orador)

António Eloy, Fapas/MIA (orador)

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome