Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sexta-feira, Maio 14, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Autarca “preocupado” com aumento de casos apela ao cumprimento das regras (C/ÁUDIO)

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes apelou hoje ao cumprimento das regras sanitárias para que o município não regrida no contexto epidemiológico. Manifestando-se “preocupado” com um índice de 85 casos de covid-19 por 100 mil habitantes, Manuel Jorge Valamatos pediu “cautela” em relação à pandemia para que o concelho não venha a retroceder no processo de desconfinamento.

- Publicidade -

O município de Abrantes não integra a lista de concelhos que atingiram a barreira dos 120 casos por 100 mil habitantes mas, apesar de ter avançado para a terceira fase de desconfinamento, a situação com 30 novos casos de covid-19 no concelho nos últimos 14 dias exige, segundo o edil, uma particular atenção dos munícipes, até porque o índice de transmissibilidade está nos 85 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

“Um valor que nos deixa preocupados porque podemos sair deste processo, da terceira fase de desconfinamento, o que iria provocar situações de maior fragilidade na própria comunidade”, disse Manuel Jorge Valamatos (PS), sublinhando que as questões de saúde pública estão sempre em primeiro lugar.

- Publicidade -

O apelo decorreu em reunião de Câmara Municipal esta terça-feira, dia 20 de abril, sabendo-se que, caso o número de casos positivos atinja a barreira dos 120 casos por 100 mil habitantes, poderá haver um retrocesso nas medidas de desconfinamento.

Durante a sessão, o presidente da autarquia justificou esta situação com a ocorrência de casos de covid-19 em dois estabelecimentos de ensino; nomeadamente na Escola Básica Maria Lucília Moita – do Agrupamento de Escolas nº1 de Abrantes -, entretanto encerrada, e também com turmas em confinamento do Agrupamento de Escolas nº 2.

“Ontem tivemos mais um caso. Conforme puderam constatar temos tido alguns números; sobretudo o encerramento da Escola Maria Lucília Moita e o encerramento de algumas turmas do Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Fernandes deixa-nos com bastante preocupação”, sublinhou. Nesse sentido, o autarca chamou a atenção para a necessidade do cumprimento das orientações da Direção Geral da Saúde e lembrou que o vírus SARS-CoV-2 continua a circular.

“O vírus não se foi embora! Estão todos os dias a entrar nos nossos hospitais pessoas nos cuidados intensivos. Não podemos baixar a guarda, pelo contrário. O processo de vacinação que está a correr de forma expectável, e até termos uma comunidade protegida por via da vacina, era bom que não baixássemos a guarda e tivéssemos as orientações da Direção Geral da Saúde como elemento fundamental do nosso dia a dia”, apontou.

ÁUDIO, MANUEL JORGE VALAMATOS, PRESIDENTE CM ABRANTES:

Manuel Jorge Valamatos pediu atenção no sentido de influenciar “as pessoas que nos rodeiam para que mantenham todos as regras e orientações da DGS, e para que não tenhamos uma situação epidemiológica grave”.

Centro de vacinação instalado no quartel dos bombeiros em Abrantes. Foto: Jorge Santiago

O plano de vacinação contra a Covid-19 continua a decorrer no Centro de Vacinação de Abrantes, localizado no Quartel dos Bombeiros. Desde o dia 24 de fevereiro e até ao último domingo, dia 18 de abril, foram administradas mais de 7770 vacinas, deu conta a autarquia, em nota de imprensa. Deste total, 1293 utentes já receberam as duas doses da inoculação, acrescenta.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, “este número de vacinas já administradas é muito importante, são uma grande esperança para a nossa comunidade e felicito todos os profissionais envolvidos neste processo”. No entanto, alertou, citado em nota informativa, “é fundamental continuar a cumprir com todas as normas e recomendações das autoridades, com grande sentido de responsabilidade e principalmente não facilitar”, reforça.

O processo de vacinação vai continuar a decorrer esta semana e o espaço conta agora com uma nova tenda adquirida pela Proteção Civil de Abrantes de forma a dar ainda mais condições de conforto aos utentes, tendo o Município de Abrantes agradecido publicamente a todos os profissionais que contribuem para o bom funcionamento do Centro de Vacinação de Abrantes, nomeadamente os profissionais de Saúde, as Juntas de Freguesia, os Bombeiros, a Cruz Vermelha e o RAME e sublinhado alguns procedimentos, nomeadamente que os munícipes são contactados diretamente pelos Centros de Saúde (as entidades responsáveis pelo agendamento da vacinação), e recomendado para o dia da vacinação o uso de roupa adequada em que seja fácil expor o braço.

O Centro de Vacinação Covid-19 de Abrantes está equipado com quatro postos de vacinação, sendo que cada posto tem capacidade para vacinar 10 utentes por hora. O espaço dispõe também de uma zona de recobro onde os utentes terão de aguardar durante cerca de 30 minutos após a vacinação. São também disponibilizadas cadeiras de rodas para pessoas com mobilidade reduzida.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome