Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Maio 8, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Autarca assegura requalificação da Escola de Alvega mesmo sem financiamento comunitário (c/áudio)

A Câmara Municipal quer que Abrantes tenha um parque escolar de “excelência”. À margem da inauguração de um Parque Infantil e um Polidesportivo no Centro Escolar de Bemposta, Manuel Jorge Valamatos voltou a garantir que a escola de Alvega será requalificada com meio milhão de euros e a de Tramagal com cerca de um milhão de euros, este um processo mais avançado. A candidatura a fundos comunitários para Alvega está em andamento mas se não houver financiamento europeu assegurou que a autarquia vai avançar, ainda assim, para a sua requalificação.

- Publicidade -

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos (PS), salientou no Centro Escolar de Bemposta, na sexta-feira, a importância do Orçamento Participativo na melhoria das condições de vida das comunidades, agradecendo ao proponente, Filipe Oliveira, a sua sugestão para a criação do parque infantil que depois levou também a que o Município concretizasse o investimento complementar do polidesportivo.

“Temos escolas do ensino secundário recentes, bem apetrechadas, temos escolas do primeiro ciclo, centros escolares, com excelentes condições, precisam de fazer estas melhorias que estamos aqui a concretizar e depois temos algumas escolas como a Escola Octávio Duarte Ferreira e a Escola de Alvega a precisar de intervenções”, disse o presidente da autarquia ao mediotejo.net, à margem da inauguração.

- Publicidade -

Inauguração do Polidesportivo no Centro Escolar de Bemposta. Créditos: CMA

“Queremos ter um parque escolar de excelência e estamos a fazer um esforço para colocarmos tudo da melhor forma possível porque isso é muito importante para o nosso futuro coletivo”, salientou o presidente da autarquia, fazendo então referência aos projetos de requalificação das escolas de Alvega e de Tramagal em que a autarquia está envolvida e que implicam um investimento de mais de 1,5 milhões de euros – 500 mil euros para Alvega e cerca de um milhão para Tramagal.

Para a Escola de Alvega, a Câmara encontra-se em “vésperas de apresentar candidaturas” a fundos comunitários “sendo que a Escola do Tramagal tem um procedimento muito mais evoluído. Obviamente vamos em busca de financiamentos comunitários mas se isso não acontecer vamos, seguramente, continuar com estas obras e estas intervenções”, disse, assumindo assim esse compromisso de requalificar aquele estabelecimento de ensino que serve, essencialmente, as crianças da União de Freguesias de Alvega e Concavada.

Manuel Jorge Valamatos entende como “prioritária a valorização do nosso Parque Escolar. Os nosso alunos têm de ter as melhores condições”, concluiu.

ÁUDIO: MANUEL JORGE VALAMATOS, PRESIDENTE CM ABRANTES:

O autarca sublinhou também que o Município continua a apostar na valorização das infraestruturas desportivas, incluindo estes recintos escolares, de forma a fomentar a igualdade de oportunidades e de acesso dos nossos alunos à prática desportiva.

A par da construção de um polidesportivo na Escola Básica do Tramagal, encontra-se ainda em fase de adjudicação, também no âmbito do Orçamento Participativo, a instalação de um polidesportivo, com cobertura, no Centro Escolar de Rio de Moinhos, cujo prazo de conclusão se prevê para maio.

LEIA AQUI A NOTICIA RELACIONADA

Abrantes | Autarca garante requalificação da escola de Alvega em obra de meio milhão de euros

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome