Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Associação de Proteção Animal dinamiza Dia dos Patudos em Rossio

A Associação de Proteção Animal – Os Patudos Solidários organiza, pela primeira vez, um dia dedicado aos animais domésticos, iniciativa que se realizará ao longo do dia deste sábado, dia 19 de outubro, no ringue do Rossio ao Sul do Tejo.

- Publicidade -

O evento conta com diversas atividades, que incluem uma Cãominhada, aula de treino gratuita, demonstração de habilidades caninas com o treinador Marco Leite, do centro de educação canina Magia Lusa, e ainda um desfile canino, com atribuição de prémios.

Durante todo o dia, os visitantes podem também encontrar um mercado de artesãos e produtores locais que se associam ao evento, animais para adoção e diversos petiscos, incluindo opções vegan.

- Publicidade -

Os animais são bem vindos e a participação no desfile canino é aberta a todos os cães, com inscrição prévia e desde que estes possuam os documentos legais atualizados.

Constituída em junho de 2019, a Associação de Proteção Animal – Os Patudos Solidários tem como objetivos: Proteção e defesa de todos os animais e do seu habitat, garantindo o cumprimento dos direitos dos animais e denunciando situações de incumprimento; Promover a formação e informação dos seres humanos, de forma a estimular a compreensão e respeito para com todas as espécies; Apoiar o Canil Camarário e outras Associações de Proteção Animal através do tratamento e promoção de adoções de animais abandonados, bem como a cooperação com a Administração local; e a Criação e participação em feiras, mercados e eventos.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome