Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Maio 13, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Assembleia Municipal aprova mais de um milhão de euros para a Educação (c/áudio)

Na última sessão de Assembleia Municipal de Abrantes, a 30 de abril, os deputados municipais aprovaram por unanimidade mais de um milhão de euros para a Educação. A verba envolve serviços de transporte, passes escolares e refeições para os alunos que frequentam as escolas do concelho.

- Publicidade -

As três propostas já haviam sido previamente aprovadas em reunião de Câmara relativas à autorização da assunção do compromisso plurianual para pagamento de transportes escolares (passes escolares) aos alunos que irão frequentar o ensino no ano letivo 2021/2022, no montante de 300 mil euros, a par da autorização da assunção do compromisso plurianual para “Aquisição de serviços para circuitos especiais de transportes escolares no concelho de Abrantes, para o ano letivo de 2021/2022”, no montante de 255.836,00 euros, e à autorização para assunção do compromisso plurianual – “Aquisição de Serviços para Fornecimento de Refeições às Escolas do Concelho de Abrantes, para os anos letivos de 2021/2022 e 2022/2023”, no montante de 646.732,00 euros.

Sobre estes três pontos, o presidente da Assembleia Municipal de Abrantes, António Mor (PS), foi o primeiro a falar para lembrar que não teve transportes escolares, nem apoio às refeições “e tudo isto parece ser absolutamente normal. O que aqui está significa mais de um milhão de euros”, fez notar.

- Publicidade -

Intervenção considerada “extraordinária” pelo presidente da Câmara, Manuel jJorge Valamatos (PS). “Como todos os anos é assim, até parece que é um direito adquirido e já não se valoriza”, comentou.

Quem valorizou foi a bancada do Partido Socialista, bem como as restantes bancadas, uma vez que os três pontos foram aprovados por unanimidade na Assembleia Municipal.

Nesse âmbito, o deputado socialista, António Veiga, fez uma intervenção onde referiu que “estas medidas estratégicas e estruturantes para a comunidade foi uma opção firme deste executivo camarário”, medidas que “terão sempre total apoio” do Partido Socialista, reforçou dizendo que “a escola pública é e continuará a ser um bandeira do partido”.

Segundo António Veiga importa que o acesso à escola “seja feito nas melhores condições de segurança”. Tal como garantir o pagamento dos passes escolares, defendido como um apoio “as famílias carenciadas, permitir que todas as crianças frequentem a escola” evitando “de certa forma o abandono escolar”.

No que toca a refeições o deputado socialista defendeu “uma alimentação equilibrada com o apoio de nutricionista, criando novos hábitos alimentares”. Considerou “fundamental” garantir que todas as crianças e jovens tomam a sua refeição.

Deu conta que, antes do atual ano letivo, o fornecimento era garantido ao pré-escolar e primeiro ciclo, mas “a partir deste ano letivo esse mesmo fornecimento passa a ser garantido a todo o ensino escolar”.

ÁUDIO: DEPUTADO MUNICIPAL ANTÓNIO VEIGA (PS):

Recorda-se que, no âmbito das medidas de apoio a família, as refeições passaram a ser gratuitas para todos os alunos das escolas do concelho de Abrantes, desde o dia 2 de dezembro de 2020 até final do ano letivo 2020/2021, uma medida de acesso automático.

António Veiga disse que “durante a pandemia as refeições escolares continuam a ser gratuitas. Durante o confinamento as refeições escolares foram distribuídas pelo município nas casas das crianças ou as famílias levantaram as refeições nos refeitórios das escolas”, lembrou.

Terminou dizendo que o PS continuará a apoiar o investimento nas pessoas e nas comunidades, “um trabalho de proximidade que deve ser feito em permanência e valorizado por todos”, concluiu.

Ainda no âmbito da Educação, a Câmara assume também a responsabilidade da requalificação do edifício da Escola Básica (2º e 3º ciclo) e Secundária Octávio Duarte Ferreira, na vila de Tramagal. E na semana passada apresentou o projeto referente à empreitada de requalificação da Escola Básica de Alvega, que, segundo o executivo municipal, irá ser lançada em breve.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome