Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes: Arquitetos chamados a dar ideias para intervenção no Castelo

Valorizar o Castelo de Abrantes e sua zona envolvente como ponto de atratividade turística é o objetivo do lançamento do Concurso Internacional de Ideias para o Castelo que a autarquia em parceria com a Ordem dos Arquitetos lançou em setembro e cujo prazo termina na segunda-feira, dia 7 de novembro.

- Publicidade -

Os arquitetos de todo o mundo são assim chamados a participar no Concurso Internacional de Ideias para o Castelo de Abrantes para poderem deixar as suas sugestões de intervenção neste espaço.

“Este nosso projeto não é só recuperar o Palácio dos Governadores, não é olhar para a Igreja de Sta. Maria do Castelo, que tem atualmente o único Museu da cidade, olhar para o Outeiro de S. Pedro ou para o circuito de manutenção, não é olhar isoladamente para estes espaços que gritam por necessidade de intervenção, mas é olhar para todo o programa funcional numa lógica de complementaridade com todas as intervenções que estão previstas fazer no centro histórico, na cidade, no concelho”, destacou Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, durante a cerimónia de lançamento do Concurso de Ideias para o Castelo que decorreu no dia 26 de setembro, no Palácio dos Governadores.

- Publicidade -

“Não nos comprometemos a lançar toda uma empreitada para todo este espaço, aquilo que é o nosso compromisso e a nossa vontade é podermos gradualmente pegar naquilo que vier a ser construído através deste Concurso de Ideias e estabelecer uma hierarquia de intervenções à medida que as nossas capacidade financeiras forem surgindo”, referiu a autarca de Abrantes que salientou que, neste momento, não há fundos comunitários para este projeto no Castelo de Abrantes e zona envolvente mas acredita que até daqui a um ano seja possível inscrever no Portugal 2020 algumas das intervenções que vão surgir neste Concurso de Ideias.

Em jeito de desafio aos arquitetos presentes na cerimónia, Maria do Céu Albuquerque apelou a que estes profissionais “não se cinjam às muralhas, mas olhem para o contexto mais global de todas as intervenções que estamos a fazer para que possa haver uma harmonia entre todas e que se possa criar um produto turístico que valorize todo o nosso centro histórico”.

Assinatura dos protocolos de colaboração entre a autarquia de Abrantes e a Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitetos Foto: mediotejo.net
Assinatura dos protocolos de colaboração entre a autarquia de Abrantes e a Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitetos Foto: mediotejo.net

O arquitetos, individualmente ou em equipa, poderão apresentar as suas propostas até ao dia 7 de novembro, sendo que depois o júri do concurso, que é integrado também pela presidente da autarquia de Abrantes, irá anunciar o projeto vencedor até ao final do mês de novembro.

O projeto vencedor do concurso de ideias recebe um prémio de 5 mil euros; o segundo lugar será premiado com um valor de 1.500 euros e a terceira melhor proposta receberá um prémio no valor de 1.000 euros. Os arquitetos interessados em participar neste concurso de ideias poderão submeter as suas propostas através da plataforma da Ordem do Arquitetos em www.escolha-arquitectura.pt .

Este Concurso de Ideias para o Castelo de Abrantes surge de um protocolo de colaboração assinado entre a Câmara de Abrantes e a Ordem do Arquitetos, a par de um outro acordo de colaboração que consubstancia o próprio concurso e que envolve uma comparticipação máxima da autarquia de Abrantes até 10 mil euros.

No âmbito deste protocolo, assinado esta segunda-feira, dia 26, cabe à Ordem dos Arquitetos preparar as diferentes fases do concurso de ideias.

João Costa Ribeiro, vogal do Conselho Diretivo da Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitetos Foto: mediotejo.net
João Costa Ribeiro, vogal do Conselho Diretivo da Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitetos Foto: mediotejo.net

Para João Costa Ribeiro, vogal do Conselho Diretivo Regional do Sul da Ordem dos Arquitetos, este Concurso de Ideias para o Castelo de Abrantes é importante “porque é feita uma análise do critério de qualidade e é um procedimento que permite que jovens equipas concorram contra equipa mais profissionais”.

“Que daqui a dois anos já possamos estar no terreno para ver como está a obra”, desejou João Costa Ribeiro.

Vídeo do Castelo de Abrantes:

*Notícia originalmente publicada a 27 de setembro

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. E não esqueçam a encosta nascente do castelo, todos os anos, por esta altura, pintada de negro. Será que estamos condenados a assistir todos os anos a um incêndio, que, além de perigoso para a segurança das pessoas e bens, nunca se conhece como e onde se iniciou. Porque não se faz a prevenção daquela área, se propõe um projeto para resolver, de vez, esta questão. Porque, só o combate anual a este incêndio, custará muito mais que os prémios prometidos aos arquitetos…..

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here