- Publicidade -

Abrantes: Armando Fernandes apresenta “Cozinha Económica em Portugal”

Da autoria de Francisco Armando Fernandes, o livro “Cozinha Económica em Portugal” é apresentada esta terça-feira, dia 15, na Biblioteca Municipal António Botto, em Abrantes, pelas 18h.

- Publicidade -

Produzido no âmbito dos 175 anos do Montepio Geral, este livro retrata usos, costumes e tradições alimentares ao longo do tempo. Está dividido por áreas como a investigação sobre a economia na cozinha, desde o paleolítico, até às “Cozinhas Económicas”, abordando também a história da “Sopa dos Pobres” e o papel das ordens religiosas e das misericórdias neste tipo de alimentação.

abrantes_livro armando fernandes“A par deste trabalho de historiador, o autor faz também uma recolha de receitas que vão do aproveitamento do pão em caldos, migas e papas, às cascas de batata ou os cardos limados, passando por receitas cujo nome diz tudo como os grelos à pobre ou a feijoada à pobre”. (Alexandra Prado Coelho, Ipsilon, 20/12/2015).

- Publicidade -

Armando Fernandes trabalha em consultoria cultural e foi inspetor de bibliotecas da Fundação Calouste Gulbenkian. Gastrónomo dedicado, investiga a história da cultura e das culturas regionais, do municipalismo, da história dos produtos, da alimentação e da gastronomia.

Tem diversos livros publicados, entre os quais “À mesa em Mação – Carta Gastronómica”, que lhe valeu o Prémio Internacional de Literatura Gastronómica, em 2014. Colabora com vários órgãos de comunicação social, entre eles o mediotejo.net onde escreve todos os domingos.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -