Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | António Mor sucede a si próprio na presidência da Assembleia Municipal (C/vídeo e fotos)

António Mor, do Partido Socialista (PS), foi reeleito presidente da Assembleia Municipal de Abrantes, tendo o PS alcançado também a maioria absoluta naquele órgão autárquico no dia 1 de outubro. Uma única lista apresentada pelo PS foi a votação para escolher o presidente, durante a primeira sessão do órgão municipal após a instalação. A tomada de posse dos eleitos decorreu na sexta-feira, 20 de outubro, na Escola Secundária Solano de Abreu, em Abrantes.

- Publicidade -

António Gomes Mor, cabeça-de-lista do PS à Assembleia Municipal de Abrantes, venceu a eleição para presidente deste órgão, com 30 votos a favor, um voto em branco e dois votos negativos. Como 1º secretário foi eleito Manuel Santos e 2º secretário Isilda Jana. Recorda-se que não compareceu à tomada de posse o eleito do PSD, Horácio Galrinho.

António Lucas Mor, na intervenção que fez quando, na qualidade de presidente da Assembleia Municipal cessante, deu posse aos eleitos, falou de liberdade, de cidadania e de cultura. A tomada de posse dos órgãos municipais “é fruto da liberdade que a democracia nos concede, liberdade que agora a generalidade dos que agora frequentam as escolas pensam que sempre existiu” observa, recordando “os valorosos militares de Abril” que da semente lançada da liberdade fizeram surgir “o poder local democrático”.

- Publicidade -

Em tom de crítica mencionou “aqueles que podem parecer mais preocupados com a sua tendinha do que com as preocupações do país”. Contudo, no poder local “se são parte deste todo não podem ser simultaneamente governo e contra o governo. Todos têm de ser construtores do diálogo e das melhores soluções”.

Dirigindo-se aos deputados municipais, António Mor acrescenta que “é sempre mais agradável para cada um e satisfatório para todos munícipes que as soluções que carecem da aprovação da Assembleia também sejam verdadeiramente de cada um que a integra”. Cerca de meia hora depois deste discurso, dava o lugar, na mesa da Assembleia, a si próprio, eleito presidente pela única lista a votação apresentada pelo PS.

Em declarações ao mediotejo.net António Mor espera que o novo mandato de 2017/2021 “seja um forte contributo para o desenvolvimento do concelho de Abrantes, estando conscientes que o contributo da Assembleia é em muitas situações elemento determinante para o desenvolver de todas as atividades que são da competência do Município, que normalmente se associa ao Executivo, mas que as grandes decisões carecem sempre da aprovação da Assembleia Municipal”.

Sobre a dificuldade da função referiu que “o impossível é alguma coisa que nunca se tentou”.

Abaixo, segue indicação dos nomes dos cidadãos eleitos diretamente para a Assembleia Municipal, por ordem estabelecida no edital de apuramento geral, publicado no dia 04 de outubro de 2017.

António Mor (PS)
Manuel dos Santos (PS)
Isilda Jana (PS)
João Salvador Fernandes (PPD-PSD)
Afonso Costa (PS)
Pedro Grave (BE)
Jorge Beirão (PS)
Elsa Lopes (PCP-PEV-CDU)
Piedade Pinto (PS)
Fernando Teimão (PPD-PSD)
Fátima Chambel (PS)
Francisco Vilela (PS)
Joana Pascoal (BE)
Tiago Fidalgo (CDS-PP)
Elizabete Pereira (PS)
Fernanda Aparicio (PPD-PSD)
Benjamim Filipe (PS)
Ana Paula Carmo (PCP-PEV-CDU)
Pedro Costa (PS)
Ana Maria Braz (PS)
Horácio Galrinho (PPD-PSD)

Fazem ainda parte da Assembleia Municipal os cidadãos que encabeçaram a lista mais votada na eleição para as Assembleias de Freguesia:

Bemposta: Manuel Salvador Alves (PS)
Carvalhal: Luís Vermelho (PS)
Fontes: Sónia Alagoa (PS)
Martinchel: Teresinha Barreiro (PS)
Mouriscas: Pedro Matos (PS)
Pego: Maria Florinda Salgueiro (PS)
Rio de Moinhos: Rui André (MIFRM – Movimento Independente Freguesia de Rio de Moinhos)
Tramagal: Vitor Hugo Cardoso (PS)
União das Freguesias de Abrantes (s. Vicente e S. João) e Alferrarede: Bruno Tomás (PS)
União das Freguesias de Aldeia do Mato e Souto: Álvaro Paulino (PPD-PSD)
União das Freguesias de Alvega e Concavada: José Felício (PS)
União das Freguesias de S. Facundo e Vale das Mós: António Campos (PS)
União das Freguesias de São Miguel do Rio Torto e Rossio ao Sul do Tejo: Luís Alves (PS).

 

Abrantes | António Mor foi reeleito presidente da Assembleia Municipal de Abrantes para mais um mandato de quatro anos.

Publicado por mediotejo.net em Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome