Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | Ano Novo recebido com espetáculo na Igreja de S. Vicente

A tradição mantém-se e o Ano Novo é recebido com o concerto “Bravo Abrantes” que, em 2019, está agendado para as 18h00 de domingo, dia 6. O espetáculo “Exsultate Jubilate” tem lugar na Igreja de S. Vicente e junta a voz de Filipa Passos, o piano de Francisco Sassetti e obras de Mozart, Rachmaninov, Haendel, Caccini, Delibes, Rossini, Charpentier, Strauss e Offenbach.

- Publicidade -

É a música de Mozart que começará a ecoar pelo monumento religioso com “Exsultate, Exsultate, Jubilate”, “Laudamus te, Missa em Dó” e “Et incarnatus est, Missa em Dó”. O compositor volta a marcar presença no fim da primeira parte do concerto com “Alleluia, Exsultate, Jubilate”, depois de interpretados “Vocalise”, de Rachmaninov, “Rejoice, Messias”, de Haendel e “Ave Maria”, de Caccini.

A segunda parte do espetáculo (gratuito) junta no repertório “Chanson espagnole, Musset”, de Delibes, “Una voce poco fa, Rosina – Il Barbiere di Siviglia”, de Rossini, “Depuis le jour, Louise”, de Charpentier, “Mein Herr Marquis, Adele – Die Fledermaus”, de Strauss, e “Les oiseaux dans la charmille, Olympia – Les contes d’Hoffmann”, de Offenbach.

- Publicidade -

Igreja de S. Vicente, em Abrantes

Obras intemporais que vão surgir pela voz de Filipa Passos, que iniciou os estudos musicais aos seis anos de idade e os de canto em 1999 no Curso Geral de Canto na Escola Luís António Maldonado Rodrigues, com Elsa Cortez. Continuou o percurso ligado à música com participação em diversos espetáculos em Portugal e no estrangeiro e, atualmente, integra o Coro Gulbenkian.

Ao seu lado estará Francisco Sassetti, cujo piano conhece bem a cantora. O pianista conta com uma carreira de duas décadas e tem viajado pelo mundo, levando com ele a formação musical iniciada com Maria Fernanda Costa, o mestrado em Piano Performance da Universidade de Cincinnati e colaborações com o Coral Lisboa Cantat, o Coro do Teatro Nacional S. Carlos e o Coro Regina Coeli, entre outros.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome