Abrantes | AM aprova regulamento de Canil/Gatil Intermunicipal com investimento de 110 mil euros

AM de Abrantes aprovou regulamento de Canil/Gatil Intermunicipal com investimento de 110 mil euros. Foto arquivo: mediotejo.net

A revisão do Regulamento Centro de Recolha Oficial Intermunicipal de Abrantes, Constância e Sardoal foi aprovada por unanimidade na última sessão de Assembleia Extraordinária de Abrantes, dia 22 de maio, com o Partido Social Democrata a questionar o executivo camarário sobre a dívida das autarquias de Constância e de Sardoal à Câmara de Abrantes. Manuel Jorge Valamatos (PS) declarou inexistência de dívidas e falou num investimento de 110 mil euros na requalificação daquele espaço.

PUB

O anterior regulamento do Canil/Gatil Intermunicipal de Abrantes, Constância e Sardoal remonta a 2007 e apresentava-se “desajustado com necessidade de se proceder à sua revisão de forma a compatibilizá-lo com as atuais medidas legais”.

O presidente da Câmara Municipal de Abrantes explicou aos deputados municipais que, em resultado do quadro legal em vigor, foram atribuídas novas competências às câmaras municipais nas áreas da vigilância, luta epidemiológica contra a raiva animal e outras doenças infeciosas capazes de serem naturalmente transmitidas entre animais e seres humanos e nas áreas relacionadas com a sensibilização da sociedade para o respeito e proteção dos animais.

PUB

O autarca deu ainda conta que o Canil/Gatil Intermunicipal de Abrantes, Constância e Sardoal mereceu recentemente uma intervenção que implicou um investimento na ordem dos 110 mil euros.

“Só em boxes adquirimos uma estrutura para mais de 80 cães mas também para gatos. Obrigou estruturalmente a um conjunto de operações. Desde o dia 1 de janeiro de 2020 que as autarquias fazem a gestão direta do canil/gatil. Fizemos uma avença com dois trabalhadores. As despesas de alimentação e higenização são repartidas pelos três municípios sendo que o investimento – as obras de remodelação – 110 mil euros, é distribuído de forma equitativa: 63% pelo município de Abrantes; 18% pelo município de Constância e 19% pelo município de Sardoal”, explicou o autarca.

Este novo regulamento passa a estabelecer as normas a que obedece o funcionamento e a atividade do Centro de Recolha Oficial Intermunicipal de Abrantes, Constância e Sardoal, sob a responsabilidade do médico veterinário ao serviço do Município de Abrantes, com a colaboração dos médicos veterinários ao serviço dos Municípios aderentes, mantendo o seu funcionamento na zona industrial de Abrantes, em Alferrarede.

PUB

O presidente disse ainda que os municípios “têm procurado estimular a adoção de cães”, e que, nesse sentido, estão a “estabelecer contactos com as associações amigas dos animais do nosso concelho e do concelho de Sardoal e Constância e também de outros municípios. Pretendemos que as pessoas interiorizem noções de maior sensibilidade em relação aos cães e gatos. Infelizmente há muitos cães e gatos abandonados. Existem muitas colónias de gatos na rua, mas estão sinalizadas e controladas. Estamos a acompanhar este processo. Uma fase nova, remodelada do ponto de vista estrutural, mas também remodelada do ponto de vista funcional e operacional”, notou.

Da bancada do Partido Social Democrata (PSD), o deputado municipal João Salvador Fernandes trouxe a questão da divida das Câmaras Municipais de Constância e Sardoal à Câmara de Abrantes, deixando uma palavra de agradecimento à ADACA pelo “trabalho meritório” realizado durante a gestão de uma década.

Manuel Jorge Valamatos explicou ao deputado do PSD que “ao longo dos anos os municípios têm acertado contas e no momento não há qualquer dívida. Esta distribuição de verbas ainda não foram imputadas às duas autarquias – Constância e Sardoal – temos vindo a trabalhar em conjunto as diferentes ações, mas Abrantes tem liderado este processo desde sempre até porque o canil fica dentro do nosso território”, disse, tendo dado nota de “uma excelente articulação” entre Constância, Sardoal e Abrantes.

“Quer no propósito das candidaturas a quadros de apoio comunitário, quer outras linhas de financiamento, nomeadamente para a vacinação dos cães. A gestão do canil/gatil é um excelente exemplo de intermunicipalidade”, sublinhou.

Da bancada do Partido Socialista, o deputado Tiago Chambel disse que a Câmara de Abrantes assumiu “a necessidade de alterar o modelo de gestão e dotar o canil/gatil das capacidades necessárias à boa realização dos seus fins. Essa medida aumentou a capacidade do mesmo, melhorou as condições, com equipamentos que permitem um raio de atuação maior e mais eficiente. Foram criadas novas boxes, remodelados espaços de recreio e adquiridos bens e serviços que vão permitir uma estadia mais digna aos animais”.

Tiago Chambel considerou que o município de Abrantes assume “dois terços do valor investido em infraestruturas a bem do povo não só de Abrantes mas também da região […] os três municípios optaram por um investimento que serve as pessoas e a causa pública em geral”.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here