Abrantes | Água deixa rasto de destruição em Rio de Moinhos

A força das águas deixou um rasto de destruição por toda a freguesia de Rio de Moinhos, informou hoje a Junta de Freguesia em comunicado. “Tudo aconteceu demasiado rápido e o cair da noite dificultou a intervenção”, tendo a autarquia dado conta de danos em habitações, estabelecimentos comerciais, pontes e estradas.

PUB

“Todas as situações estão a ser acompanhadas, os agentes de Proteção Civil e a Ação Social estão no terreno para resolver toda e qualquer situação da forma mais célere”, escreve o presidente da junta, Rui André.

Água deixou rasto de destruição em Rio de Moinhos. Foto: mediotejo.net

PUB

Ontem, a ribeira de Rio de Moinhos galgou as margens e a capacidade de absorção dos terrenos está saturada. Face à atual situação, poderão ocorrer os seguintes efeitos nas próximas horas: “Possibilidade de inundações rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem; Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis; Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água; Danos em estruturas montadas ou suspensas; Possibilidade de queda de ramos ou árvores”.

A ribeira de Rio de Moinhos galgou as margens e a capacidade de absorção dos terrenos está saturada. Foto: mediotejo.net

PUB

Nesse sentido, a Proteção Civil e a Junta de Freguesia aconselham: “Permaneça em lugares seguros; Na sua casa, retire os objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas; Nos terrenos confinantes com rios e cursos de água, historicamente sujeitos a cheias e inundações, retire os animais e os equipamentos agrícolas.; Conduza com precaução, tendo especial cuidado com a formação de lençóis de água nas vias; Prenda bem as estruturas soltas, nomeadamente, andaimes e outras estruturas suspensas, como ferramentas, vasos ou objetos de decoração exterior; Tenha especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores; Esteja atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e da Junta de Freguesia.

Águas baixaram esta manhã na zona central de Rio de Moinhos mas os terrenos estão alagados e a chuva mantém-se. Foto: mediotejo.net

De acordo com a informação meteorológica disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê-se para as próximas horas um agravamento das condições meteorológicas, com chuva forte e persistente e vento forte.

Fotos: mediotejo.net

PUB
Paula Mourato
A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).