Abrantes | Acordo para reabrir Cineteatro São Pedro pode ser anunciado esta segunda-feira

A CM de Abrantes entregou as chaves do teatro São Pedro aos seus proprietários no final de janeiro de 2018. Encerrado desde então, a autarquia anunciou a assinatura do contrato compra e venda do edifício em julho de 2020. Foto arquivo: CM ABT

Quase dois anos depois de ter encerrado ao público o Cineteatro São Pedro, em Abrantes, está à beira de uma solução para voltar a abrir portas. O mediotejo.net sabe que o acordo foi alcançado. Na última reunião de Câmara, o presidente da autarquia, Manuel Valamatos, referiu que a decisão está agora do lado da sociedade Iniciativas de Abrantes mas acredita que da próxima Assembleia Geral, a realizar este domingo, dia 8 de dezembro, sairá “fumo branco”. A autarquia já marcou uma conferência de imprensa para esta segunda-feira para dar conta do desfecho das negociações.

PUB

A Câmara Municipal de Abrantes apresentou “uma contraproposta final” à sociedade comercial Iniciativas de Abrantes no que concerne ao Cineteatro São Pedro, com decisão que sairá da próxima Assembleia Geral da sociedade a realizar este domingo, dia 8 de dezembro. “Estamos na iminência de fechar este processo”, afirmou o presidente.

Questionado se a proposta se prende com um contrato de arrendamento por 35 anos, com uma “renda” mensal de 350 euros, sendo a autarquia responsável pelas obras de reabilitação do edifício, Manuel Valamatos recusou confirmar ou desmentir. “Há um compromisso com as Iniciativas. Fizeram-nos uma proposta, nós fizemos uma contraproposta com a qual, em princípio, concordarão”, disse o autarca, escusando-se a adiantar qualquer informação sobre a mesma.

PUB

Mas o mediotejo.net sabe que o cineteatro irá de facto para o domínio da Câmara. O acordo foi alcançado e a Assembleia Geral deste domingo, dia 8, servirá para referendar a decisão.

Com a sociedade Iniciativas de Abrantes, a Câmara discutiu uma primeira proposta de comodato e daí partiu uma proposta de contrato de arrendamento mas o acordo alcançado pode envolver uma venda, uma doação ou até uma espécie de permuta.

PUB

Certo é que o presidente manifestou confiança em voltar a abrir as portas do Cineteatro São Pedro. Assumiu até o compromisso de, em conferência de imprensa, dar todas as explicações relativas a esse acordo alcançado entre a sociedade Iniciativas de Abrantes e a Câmara, esta segunda-feira, dia 9 de dezembro “à porta do Cineteatro”, em jeito de anúncio do desfecho do processo.

A CM de Abrantes entregou as chaves do teatro São Pedro aos seus proprietários no final de janeiro de 2018. Foto: mediotejo.net

Encerrado desde o dia 30 de janeiro de 2018, quando a sociedade Iniciativas de Abrantes Lda. decidiu assumir a gestão do imóvel quase duas décadas após cedência à Câmara Municipal de Abrantes, a cidade ficou sem a sua sala de espetáculos de excelência.

Terminara dois dias antes, a 28 de janeiro de 2018, o contrato de comodato de cedência do Cineteatro São Pedro que a CMA mantinha através de um protocolo com a sociedade comercial, proprietária da sala de espetáculos. O contrato havia sido celebrado por um período de 19 anos, com gestão municipal do imóvel, visando a reabilitação do teatro.

Em 1999 a Câmara assumiu, em parceria com o governo central, a reabilitação do imóvel que, segundo explicou na época do encerramento da sala de espetáculos ao mediotejo.net o vereador Luís Dias, “estava em estado de ruína”.

A sociedade Iniciativas de Abrantes, Lda, reunida em Assembleia Geral de 28 de janeiro de 2018, recusou as propostas apresentadas pela autarquia. O espaço tem estado encerrado desde então, com as duas entidades em negociação mas sem acordo. Agora, em plena quadra festiva, o anúncio da devolução daquele espaço cultural para usufruto dos abrantinos parece estar por horas, com uma proposta final que terá sido do agrado das partes envolvidas e que dela daremos contas nas próximas horas.

PUB

c/ Paula Mourato

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here