Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Maio 13, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes | 25 de Abril assinalado com iniciativas transmitidas nas plataformas digitais

A sessão comemorativa da revolução do 25 de Abril de 1974, organizada pela Assembleia Municipal de Abrantes, irá realizar-se no domingo, dia 25 de abril, às 11:00, sendo transmitida por meios digitais, através da página do Facebook do Município. Como habitualmente, a sessão será marcada pelas intervenções dos presidentes da Assembleia, da Câmara Municipal e dos representantes de cada força política representada na Assembleia Municipal.

- Publicidade -

A Câmara Municipal organiza também duas iniciativas culturais que vão marcar a celebração do 47º aniversário da revolução dos cravos. Pelas 10h00 será transmitido, também através de vídeo, um encontro com a escritora Alice Vieira, no qual falará sobre o livro “Vinte cinco a sete vozes”.

É um livro de ficção infantil, recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, em que a autora faz o relato da revolução através de sete pessoas de idades, profissões e vivências diversas. A convite da Biblioteca Municipal António Botto, Abrantes recebeu por várias vezes a escritora em encontros com o público, incluindo o escolar, pelo que Alice Vieira acedeu graciosamente participar nesta iniciativa.

- Publicidade -

Às 17:00 será apresentado o concerto “A gente vai continuar”, gravado na SAT – Sociedade Artística Tramagalense e interpretado pela banda “5ª Intervenção”. Trata-se de um projeto musical nascido na região, que integra o jovem da Bemposta, Paulo Bispo, apostando na interpretação de temas que marcaram as décadas de 70 e 80.

A banda apresentará temas como “A gente vai continuar, de Jorge Palma; “Venham mais cinco”, de Zeca Afonso; “ O primeiro dia”, de Sérgio Godinho, entre outros.

Os vídeos serão apresentados na rede social Facebook (https://www.facebook.com/MunicipioDeAbrantes) e no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCYwhE94G6Zge45QFSb5HZLQ), ficando acessíveis para visualização e partilha para qualquer parte do mundo.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome