Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“A importância de celebrar a História”, por Hugo Costa

Numa sociedade desenvolvida o conhecimento da História é crucial para o futuro da mesma. Com a História compreendemos o passado, processamos o presente e dessa forma sabemos como abraçar o futuro. Os feriados nacionais são isso mesmo, são formas de união e celebração.

- Publicidade -

O anterior Governo acabou de forma exígua com as comemorações da República e da Independência numa lógica paternalista e de mercearia. Os ditos ganhos económicos foram sempre contrariados por muitas externalidades negativas. Com a nova maioria parlamentar e com o novo Governo foi possível repor esses feriados.

No passado mês de outubro os princípios republicanos da Liberdade, Igualdade e Fraternidade voltaram a ter dignidade na sua celebração. Assim como a Independência Nacional, feriado que percorreu regimes e que foi retirado pelo último Governo de direita.

- Publicidade -

Na última semana voltámos a celebrar a História nacional no dia 1 de dezembro.

Mesmo que alguns tenham desejado ficar fora da comemoração, a verdade é que vale sempre a pena celebrar a nossa História.

Deputado na Assembleia da República e membro das Comissões de Economia, Inovação e Obras Públicas e Habitação, é também membro da Comissão de Orçamento e Finanças. Diz adorar o Ribatejo e o nosso país. Defende uma política de proximidade junto dos cidadãos. Tem 36 anos, é de Tomar e licenciou-se em Economia pelo ISEG. É membro da Assembleia Municipal de Tomar e da Assembleia da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Tem como temas de interesse a economia, a energia, os transportes, o ambiente e os fundos comunitários.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here