À Descoberta: Vila de Rei, uma viagem ao coração de Portugal

*Este artigo é parte integrante de uma série especial sobre os Museus no Médio Tejo. Descubra mais sugestões em mediotejo.net

PUB

Lar do centro geodésico, Vila de Rei é literalmente o centro de Portugal. Apesar de nos últimos 200 anos ter assistido a diferentes formas de devastação e perda de território, Vila de Rei conserva ainda assim um conjunto de Museus que dão conta da sua história e potenciam as alterações ao seu relevo, modificado pelas inundações causadas pela construção da Barragem de Castelo de Bode, nos anos 50.

José Cardoso Pires. Foto: DR
José Cardoso Pires. Foto: DR

Natural de São João de Peso, Vila de Rei, o escritor José Cardoso Pires escreveu a certa altura que “o pessimismo é uma defesa contra a desilusão”. Escritor arguto e crítico da sociedade, foi esquecido. Da sua passagem pelo concelho resta a Biblioteca com o seu nome, uma homenagem à sua memória e obra rica em estilo e imagens desse Portugal ditatorial, repleto de aparências e episódios obscuros.

A alguns quilómetros do berço de Cardoso Pires encontra-se o Picoto da Melriça, o centro geodésico de Portugal. Aí, sob uma paisagem vastíssima onde se pode contemplar a Serra da Lousã ou a Serra da Estrela, foi construída um estrutura de 20 metros de altura que identifica a localização.

museu-geodesia-1Logo ao lado foi erguido o Museu da Geodesia. Nasceu em 2002 e possui um pequeno espólio de instrumentos geodésicos, propriedade do Instituto Geográfico Português, e um conjunto de painéis alusivos à disciplina da geodesia. O património deste  museu remonta ao século XIX e permite ao visitante uma viagem pelas grandes aventuras dos engenheiros geógrafos na observação do território português, enfrentando tempestades, falta de transporte ou energia elétrica. A entrada é gratuita.

Mau grado a sua centralidade, Vila de Rei recebeu a sua carta foral no século XIII, tendo sido território feudal dos templários. Devastado pelas invasões francesas, perdeu parte do seu território com a construção da Barragem, que deixou submersas oito localidades. Afastando-se do pessimismo da interioridade, o território encontra-se hoje em período de desenvolvimento.

Museu da Geodesia 2,5 km de Vila de Rei, junto ao Centro Geodésico de Portugal (Picoto)

Sala José Cardoso Pires No piso –1 da Biblioteca Municipal, contempla algum espólio do escritor, natural do concelho de Vila de Rei

Rua da Biblioteca, Vila de Rei

O que visitar mais?

Museu das Aldeias Museu particular que retrata as antigas vivências do meio agrícola e os instrumentos rurais. Está instalado na antiga residência dos Capitães da Relva.

Relva, Vila de Rei

Museu Municipal Museu etnográfico no centro histórico de Vila de Rei que recria uma antiga casa agrícola do século XIX. No espaço podem ser observados diversos instrumentos ligados às antigas práticas rurais. Aberto aos fins de semana.

Antiga Casa do Patronato, Vila de Rei

Museu Aventura e Viagens O “Pequeno Museu de Aventura e Viagens” engloba um espólio com livros, mapas, fotografias, revistas, roteiros e diversos objetos que permitem um maior conhecimento sobre diversos pontos da Europa e do Globo.

Largo da Capela, Trutas

Capela da Misericórdia Acredita-se que foi em torno desta capela que nasceu o povoado de Vila de Rei. A atual estrutura é do século XVII.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here