Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

À Descoberta | Fauna e Flora do Médio Tejo

O nome francês da Escrevedeira-de-garganta-preta (Emberiza cirlus) é “Bruant zizi” e descreve de forma apropriada o seu canto, que consiste numa única nota repetida em longas sequências com a duração de vários segundos.

- Publicidade -

As riscas pretas e amarelas que o macho tem na cabeça tornam-no relativamente fácil de identificar. O ventre é amarelo e o dorso é riscado de castanho. A fêmea apresenta um padrão semelhante mas as riscas são muito ténues podendo confundir-se com a escrevedeira-amarela. Tal como as outras escrevedeiras, apresenta uma ondulação na mandíbula inferior, o que confere ao bico uma forma característica.

Esta escrevedeira distribui-se de norte a sul do país e é razoavelmente comum, excepto na parte oriental do Baixo Alentejo e do Algarve onde se torna rara. Aprecia paisagens agrícolas em mosaico, onde as sebes ou matos esparsos confinam com terrenos agrícolas, e também orlas de bosquetes. É uma espécie residente, que raramente é observada fora dos seus locais habituais de ocorrência.

- Publicidade -

É observável em todos os ecossistemas do Médio Tejo, preferindo terrenos agrícolas, em locais com presença abundante de água.

VOCALIZAÇÃO DA ESCREVEDEIRA-DE-GARGANTA-PRETA:

Fonte: “Aves de Portugal”
Foto obtida em Tramagal.

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome