Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

À Descoberta | Fauna e Flora do Médio Tejo

A trepadeira-azul (Sitta europaea) é uma ave singular, devido à sua capacidade para descer pelos troncos das árvores. Este passeriforme de tons cinzento-azulados destaca-se pelo seu bico comprido. O ventre é alaranjado e tem uma máscara preta nas faces.

- Publicidade -

Observa-se frequentemente agarrado aos troncos, como os pica-paus, mas o que verdadeiramente o distingue de qualquer outra espécie de ave portuguesa é o facto de conseguir percorrer os troncos das árvores no sentido descendente.

É uma espécie residente que pode ser observada em Portugal durante todo o ano. Pode ser vista de norte a sul do país, em zonas florestais bem desenvolvidas, especialmente em carvalhais, sobreirais ou azinhais, sendo relativamente comum nas zonas onde o habitat se encontra bem conservado.

- Publicidade -

Vocalização da Trepadeira-azul:

Fonte: Aves de Portugal.
Exemplar fotografado Em Tramagal.

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome