Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Setembro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

À Descoberta | Fauna e flora do Médio Tejo

Raposa-vermelha (Vulpes vulpes) – A raposa-vermelha (Vulpes vulpes) é a maior das diversas espécies de raposas e pertence ao género Vulpes, na família Canidae. Pode ser encontrada em diversos habitats, incluindo florestas, planícies verdejantes, montanhas e desertas. Pode ser também encontrada perto de grandes comunidades de humanos. A raposa-vermelha é um mamífero bastante adaptável, daí ser conhecida pela sua astúcia e inteligência.

- Publicidade -

As raposas-vermelhas são caçadores solitários e caçam principalmente roedores, coelhos, pássaros e outros animais pequenos como veados jovens, ou pequenos javalis. Apesar disto, conseguem ter também ter uma dieta muito variada consoante as necessidades. Também comem frutas, vegetais, peixes, sapos e até minhocas. Perto das nossas comunidades sabe-se que as raposas vermelhas alimentam-se também de detritos deitados ao lixo e comida dos animais de estimação.

Tal como um gato, a cauda espessa da raposa ajuda à manutenção do seu balanço. A cauda também é usada como um cobertor para ajudar a raposa a manter-se quente, quando está frio, ou como uma “bandeira” para comunicação. No seu habitat, vivem cerca de 3-5 anos, enquanto que em cativeiro podem chegar aos 15 anos de vida.

- Publicidade -

Outras maneiras de comunicarem entre si é com marcações de odor, através da sua urina. Normalmente, elas urinam nas árvores ou pedras para anunciar a sua presença.

*Registo efetuado em Paúl do Boquilobo

Natural e residente em Tomar, tem como profissão Distribuidor, mas é com a fotografia que se identifica. É amante desta arte em geral, mas a sua verdadeira paixão é a Natureza e Vida Selvagem e os Retratos. É autor do livro de fotografia “Alma Nabantina” e fundador/administrador dos grupos do Facebook “Amigos da Fotografia de Tomar” e "Fauna de Tomar”. Colabora na área de fotografia na imprensa regional e local e já em 2018 foi júri convidado de dois concursos de fotografia. Neste ano conta também com duas exposições de fotografia coletivas, preparando atualmente a terceira.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome