Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol: Ineficácia na finalização penaliza Mação (com áudio)

Cartaxo, 2 de Outubro de 2016, 15 horas

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da A.F.S.

4ª Jornada

- Publicidade -

Sport Lisboa e Cartaxo 0 – Associação Desportiva de Mação 0

Num campo tradicionalmente difícil para quem o visita, a AD Mação rubricou uma boa exibição que só pecou pela não obtenção de golos. Frente-a-frente duas equipas em diferentes estados de maturação. Os cartaxenses ainda à procura da sua identidade, com um plantel com muitos jogadores novos na casa e a assimilar aos poucos as ideias da nova equipa técnica. Do lado da equipa da “Catedral do Presunto” é o oposto, do onze inicial, nove já estavam na casa e já têm interiorizadas as ideias de Paulo Costa.

A primeira parte é de claro domínio dos visitantes que, à semelhança de outros jogos, voltaram a não estar bem na hora da decisão dos lances. Criaram oportunidades de golo que não conseguiram materializar. Das três grandes oportunidades de golo do Mação, na retina ficou o falhanço incrível de Sidy que após cruzamento de Seninho, com a baliza “escancarada” atira ao poste. Os encarnados iam sustendo o ímpeto do adversário e tentando o contra-ataque.

No segundo tempo a toada foi quase a mesma, se bem que o Cartaxo conseguiu chegar mais à frente. Não teve tanta posse de bola como os maçaenses, que iam tendo sinal mais e que voltaram a deixar a marca de perdulários no jogo. Desta feita foi Marcos a desperdiçar “um golo cantado”, quando a um metro de Ricardo Dinis cabeceia a bola para as mãos do guarda-redes cartaxense. No último minuto do jogo podia ter acontecido um “golpe de teatro”. Aproveitando o balanceamento ofensivo forasteiro, o Cartaxo giza um lance de contra-ataque, que só não é perfeito porque João Rosa faz intervenção de enorme qualidade.

Empate final que não agradou a nenhuma das partes, mas que penaliza muito mais o Mação, tendo em conta o que se passou durante os noventa minutos de jogo. Fica mais para a frente na prova, a avaliação se foram pontos ganhos ou perdidos para Cartaxo e Mação.

Ficha do jogo

Estádio Municipal do Cartaxo

Árbitro: Rui Inácio

Árbitros Assistentes: Ana Rita Marques e João Dias

SL Cartaxo

Ricardo Dinis, Kiko, Bernardo Oliveira, Morgadinho (João Antunes), Ricardo Godinho (Diogo Martins), Samuel, Nuno Afonso (Gonçalo Benavente), Chevi, João Soares, Tiago Coutinho e Daniel Capitão

Suplentes: Capé, João Antunes, Diogo Nogueira, Diogo Martins, João Figueiredo, Miguel Ferreira e Gonçalo Benavente

Treinador: Nuno Casimiro e Bruno Brito

AD Mação

João Rosa, Seninho, Gonçalo Lélé, Samuel, João Vitor, Luís Esteves, Bruno Lemos, Rui Sousa, Daniel Lourenço (Rui Bento), Sidy e Marcos (Ruma)

Suplentes: Chico, Bernardo, Ruma, Pedro Louro, Rodrigo, Rui Bento e Diogo Rocha

Treinador: Paulo Costa

Cartão amarelo: Daniel Capitão e Tiago Coutinho

A opinião dos treinadores:

Bruno Brito (Cartaxo)

Paulo Costa (Mação)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome