Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Novembro 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“1.º de Maio e a luta por um mundo melhor”, Hugo Costa

1 de maio: Dia do Trabalhador. Quanta história encerra este dia! Quantas lutas se travaram! É inevitável não regressar neste dia à cidade americana de Chicago, onde no século XIX, 500 mil trabalhadores pediram 8 horas de trabalho diárias. Ou viajar até França que, por decisão do senado, foi o primeiro local onde foi decretado feriado no ano de 1919.

- Publicidade -

O Dia do Trabalhador reveste-se de momentos vividos na História do século XX, sendo também esta data usada pelos regimes do “socialismo real” como sinal de propaganda dos regimes pouco sintonizados com a democracia. Um facto que não retira – e bem – a esta data a sua enorme carga simbólica.

Em Portugal, as comemorações desta data apresentam, desde o século XIX, grande importância, uma vez que as mesmas eram alvo de enormes perseguições durante o período do Estado Novo. Com a chegada da Liberdade – data também assinalada recentemente – o 1º de Maio de 1974, é ainda hoje recordado como uma das efemérides mais importantes do período da revolução. Com justiça. Com memória. Com orgulho.

- Publicidade -

Em pleno século XXI, penso que continua a ser pertinente a celebração do 1º de Maio. Há muito trabalho a fazer de forma continuada. Destaco o combate à precariedade, a defesa da igualdade de género no trabalho, a não discriminação laboral. Em suma: a luta por um mundo melhor continua a fazer todo o sentido.

Deputado na Assembleia da República e membro das Comissões de Economia, Inovação e Obras Públicas e Habitação, é também membro da Comissão de Orçamento e Finanças. Diz adorar o Ribatejo e o nosso país. Defende uma política de proximidade junto dos cidadãos. Tem 38 anos, é de Tomar e licenciou-se em Economia pelo ISEG. É membro da Assembleia Municipal de Tomar e da Assembleia da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Tem como temas de interesse a economia, a energia, os transportes, o ambiente e os fundos comunitários.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome