Voz aos Autarcas | “Abrantes no Portugal Smart Cities Summit 2018”, Maria do Céu Albuquerque

Abrantes no Portugal Smart Cities Summit 2018 | Foto: CM Abrantes

O Município de Abrantes marcou presenca no “Portugal Smart Cities Summit 2018”, que decorreu no Centro de Congressos de Lisboa, entre os dias 11 a 13 de abril, onde apresentou o seu projeto e as suas apostas, assentes em quatro ideias estruturantes: “Smart Economy”, “Smart Environment”, Smart Living” e “Smart Governance”.

PUB

Concretizando estas ideias orientadoras, numa ótica de pensamento futuro e de desenvolvimento sustentável das nossas cidades, Abrantes assumiu este compromisso e está na linha da frente na promocão da gestão inteligente de recursos.

O projeto “Abrantes Cidade Inteligente, Cidade Feliz”, que lancámos em parceria com a COMPTA, IBM e Softinsa, e que está alinhado com o Plano Estratégico Abrantes@2020, marcou a nossa adesão ao paradigma emergente das “Smart Cities”.

Temos vindo a apostar e a dar especial relevancia ao desenho e construcão de estratégias orientadas para a promocão de uma maior eficiencia na utilizacão de recursos existentes, fomentando a busca de solucões inovadoras, que possam vir a ser generalizadas e que permitam maior eficiencia na gestão do município, poupando recursos humanos e financeiros, contribuindo para a sustentabilidade e coesão do nosso território.

A utilizacão de tecnologia e a procura de respostas inovadoras, são instrumentais para a criacão de uma economia de partilha e de escala, de políticas de gestão sustentadas, e para o estímulo a uma relacão cada vez mais transparente, próxima e participada com os munícipes. Colocar o cidadão no centro do sistema e promover o crescimento sustentável são os objetivos primordiais deste processo.

PUB

Integram esta plataforma tecnológica diversas áreas de acão, desenvolvimento e exploracão, nomeadamente, a gestão Energética e de Consumos de Água, a Gestão de Resíduos, a Interacão com o Cidadão, o Comércio Justo, a Gestão de Rega, a Vídeo Vigilancia, Transportes e Mobilidade e Monitorizacão Centralizada.

De todas elas, venho destacar duas, relevantes na eficiencia da gestão municipal: o “Prodfarmer” (na área do Comércio Justo) e a aplicacão “Sou Cidadão” (na área Interacão com Cidadão).

O primeiro concretiza-se na valorizacão e dinamizacão da economia local, através de uma ferramenta que permite aos produtores locais aceder, sem custos, a novos mercados para a colocacão dos seus produtos, garantindo-lhes maior visibilidade e valorizacão. Ao Município, cabe promover a certificacão de produtos regionais de uma forma célere e sem custos associados para os promotores, garantindo dessa forma aos produtores o aumento da sua visibilidade e conferindo a capacidade de estimular a economia local.

O segundo, uma aplicacão móvel (App) que se constitui enquanto canal de comunicacão direto entre o cidadão e a Camara Municipal, possibilitando ao cidadão a participacão ativa na vida do seu município, nomeadamente através da possibilidade de registar ocorrencias em tempo real, ficando ainda com fácil acesso a contactos, eventos, noticias. Esta aplicacão móvel está disponível para download gratuito.

Estes são dois exemplos de como colocamos a tecnologia ao servico dos cidadãos e da “coisa pública”, colocando-os diretamente na primeira linha de decisão e participacão na definicão de estratégias para a construcão de uma cidade mais inteligente.

Neste novo mandato, visamos o alargamento e consolidacão das tecnologias que o município já tem testadas e implementadas, em domínios como a gestão de consumos energéticos da iluminacão pública, de consumos energéticos e de água com equipamentos coletivos, a gestão de rega de espacos verdes municipais, a gestão de resíduos e a gestão de frotas.

É esta a nossa estratégia de crescimento e desenvolvimento sustentável.

Uma estratégia assente nas pessoas.

Na proximidade.

Na construcão e disponibilizacão de ferramentas que promovam o envolvimento ativo dos cidadãos na governacão da sua cidade.

Na procura constante de solucões que melhorem a qualidade de vida. Porque ser uma cidade inteligente não é um objetivo, é um processo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here