VN Barquinha | Ilha de Almourol reabilitada reforça atratividade turística

O município de Vila Nova da Barquinha anunciou hoje a conclusão das obras de valorização e arranjo paisagístico da ilha de Almourol, um investimento que assegura “melhores condições de segurança e conforto” aos visitantes do castelo.

PUB

Os trabalhos, que ficaram concluídos no final de 2018, centraram-se na melhoria das condições de acesso do público ao castelo, na requalificação do coberto vegetal, na requalificação da margem direita e na colocação de um palco para espetáculos dentro do castelo, monumento nacional que anualmente recebe cerca de 70.000 visitantes.

Em declarações à agência Lusa, o presidente daquela autarquia do distrito de Santarém, Fernando Freire (PS), disse que as obras agora concluídas “reforçam a segurança da visitação e a qualidade da oferta, com a introdução de escadas de acesso, calçadas, sinalética e colocação de um palco para espetáculos, bem como a correção do coberto vegetal, libertando-a de espécies não autóctones e invasoras”.

Por outro lado, acrescentou, também “foi removido um maciço de betão introduzido na ilha e procedeu-se à consolidação das margens e terras em torno do castelo, sem colocar em causa o manto vegetal de proteção das zonas de cheia”.

VN Barquinha | Ilha de Almourol reabilitada reforça atratividade turística  VN Barquinha | Ilha de Almourol reabilitada reforça atratividade turística  VN Barquinha | Ilha de Almourol reabilitada reforça atratividade turística

A obra decorreu na sequência da candidatura ao Programa Operacional de Investimento no Património Cultural, integrado no Programa Operacional Regional do Centro, que visa afirmar a sustentabilidade dos territórios e conservar o património cultural e natural.

PUB

Segundo Fernando Freire, as intervenções “cruzam-se, de forma diversa, mas concomitante, no desejo e na possibilidade do enriquecimento da experiência do visitante ao castelo e ao território templário”.

O município quer agora aumentar o número de visitantes no monumento, complementando a oferta com o novo Centro de Interpretação Templário de Almourol, recentemente inaugurado.

A operação, denominada “Valorização do Castelo de Almourol”, teve um custo de 165 mil euros, tendo sido candidatada a fundos comunitários (programa FEDER). Deve ser comparticipada em 85% do valor total.

Desde o dia 01 de janeiro, o município de Vila Nova da Barquinha (ao qual cabe a gestão do castelo) e o Exército, através do Regimento de Engenharia n.º 1 (que detém a sua propriedade), instituíram um bilhete único para visita ao monumento e ao centro de interpretação, no 1.º andar do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha.

O ingresso para visitar os dois lugares inclui a travessia de barco até à ilha de Almourol.

VN Barquinha | Ilha de Almourol reabilitada reforça atratividade turística
Castelo de Almourol. Foto: DR

Castelo de Almourol

É um ícone de Portugal. Fortaleza reconstruída por Gualdim Pais, mestre da Ordem dos Templários, em 1171, é o ex-libris do Concelho de Vila Nova da Barquinha. À época da Reconquista integrava a chamada Linha do Tejo, constituindo um dos exemplos mais representativos da arquitetura militar da época, evocando simultaneamente os primórdios do reino de Portugal e a Ordem dos Templários, associação que lhe reforça a aura de mistério e romantismo.

Cercado pelas águas do rio Tejo, destaca-se num maciço granítico de uma ilhota do Tejo, entre Vila Nova da Barquinha e Praia do Ribatejo. A singular localização do Castelo torna-o um dos mais bonitos monumentos do país, tendo sido considerado Monumento Nacional em 1910.

Em 2007, foi um dos 21 finalistas da eleição das 7 Maravilhas de Portugal.

VN Barquinha | Ilha de Almourol reabilitada reforça atratividade turística
O Centro de Interpretação Templário de Almourol abriu há cerca de um mês em Vila Nova da Barquinha e é o primeiro do género em Portugal. Foto: DR

Centro de Interpretação Templário de Almourol

É o primeiro do género em Portugal. Dispõe de uma sala de exposição permanente, espaço de exposições temporárias e de uma sala de projeção de filmes sobre a temática dos templários. No mesmo edifício funciona também a Biblioteca – Arquivo Templário, com um vasto acervo literário dedicado a este tema.

C/LUSA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here