Vila de Rei | Transporte a Pedido arranca a 16 de setembro com 4 circuitos e ligações intermunicipais

Foto: CIMT

O Transporte a Pedido arranca no concelho de Vila de Rei no dia 16, segunda-feira, com quatro circuitos concelhios bem como ligações intermunicipais para Abrantes (com ligação a Sardoal), Tomar (com ligação a Ferreira do Zêzere) e Sertã.

Os quatro circuitos concelhios vão passar pelas localidades de Fundada, Moita, Borda da Ribeira e São João do Peso, sendo que o serviço inicia também uma vertente intermunicipal, com partida de Vila de Rei para Abrantes, Tomar e Sertã.

De salientar que o circuito de Vila de Rei para Tomar inclui também a ligação a Ferreira do Zêzere e que o circuito de Vila de Rei para Abrantes inclui a ligação a Sardoal.

PUB

O Transporte a Pedido vai funcionar no concelho de Vila de Rei às segundas, quartas e sextas-feiras com horários pré-definidos, durante o período da manhã, devendo os interessados realizar previamente uma marcação através do número 800 209 226 (chamada gratuita).

No concelho de Vila de Rei, a iniciativa apresenta preços que variam entre 1€ e 1,5€. Nesta primeira fase, os circuitos criados são Fundada (21 localidades abrangidas), S. João do Peso (17 localidades), Borda da Ribeira (13 localidades) e Moita (21 localidades).

PUB

Uma vez por semana (Sertã à segunda-feira, Ferreira do Zêzere e Tomar à quarta-feira e Sardoal e Abrantes na sexta-feira), os munícipes de Vila de Rei podem também viajar para a sede dos concelhos limítrofes por valores entre 2€ e 2,5€.

Para Ricardo Aires, presidente da Câmara Municipal, “a implementação do Transporte a Pedido em Vila de Rei assume uma elevada importância para os munícipes” uma vez que “vem reforçar substancialmente a nossa rede de transportes municipal e intermunicipal”. O autarca considera ainda ser importante para a “ligação e aproximação dos cidadãos com a sede do concelho e, simultaneamente, com o comércio e com os serviços disponíveis”.

Recorde-se que o Transporte a Pedido estava estruturado para promover a ligação dos lugares e das aldeias às sedes de freguesia ou de concelho, tendo considerado a CIMT que nesta fase, devido à oferta reduzida de transporte público de passageiros na região, chega o momento de experimentar a vertente intermunicipal, lê-se em nota de imprensa.

A criação dos circuitos intermunicipais será financiada no âmbito do Plano de Aplicação das Dotações do PART – Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos – no Médio Tejo, submetido ao Fundo Ambiental.

O Transporte a Pedido, um projeto inovador a nível nacional e que teve início no Médio Tejo em 2014, abrange actualmente 12 concelhos e 159 000 habitantes, numa rede de 68 circuitos com 1386 paragens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here