Tramagal/Autárquicas | Cidadãos unem-se e concorrem em projeto de revitalização da freguesia (C/VIDEO)

MIFT - Movimento Independente -concorre à freguesia de Tramagal no dia 1 de outubro. Foto: Jorge Santiago

Ostentando como símbolo um ramo de oliveira, o Movimento Independente Freguesia Tramagal (MIFT), concorrente à Assembleia e Junta de Freguesia de Tramagal nas próximas eleições autárquicas, apresentou este domingo a sua equipa, de onde sobressai o facto de abarcar personalidades de todos os quadrantes políticos, e as linhas orientadoras do seu programa de ação para Tramagal e para um “novo ciclo de desenvolvimento”, caso sejam eleitos para governar os destinos da freguesia no próximo dia 1 de outubro.

PUB

António José Carvalho, professor na Escola Octávio Duarte Ferreira, 52 anos, é o cabeça de lista do MIFT, candidatura que se apresentou perante cerca de uma centena de pessoas no Largo dos Combatentes da Grande Guerra com o objetivo de “melhorar a qualidade de vida da comunidade, revitalizar o território e promover a participação pública” em Tramagal e no Crucifixo, aldeia que mencionou diversas vezes e que tem sempre um peso importante na hora das decisões.

Tramagal/Autárquicas | Cidadãos unem-se e concorrem em projeto de revitalização da freguesia (C/VIDEO)

“O nosso movimento concorre às eleições para a Assembleia de Freguesia de Tramagal com espírito positivo e de cooperação. Trabalhando em equipa, queremos resolver problemas e desenvolver projetos, cooperando ativamente com todas as pessoas e instituições na procura das melhores soluções”, começou por dizer o candidato do MIFT, tendo de seguida elencado o trabalho a desenvolver em Tramagal, e que será desenvolvido de acordo com sete linhas de ação estratégica:

 “Garantir apoio social aos mais desfavorecidos”

“Em colaboração com todas as instituições que na freguesia já prestam um extraordinário serviço nesta área, seremos muito ativos no acompanhamento daqueles que mais precisam. Será dinamizada a Comissão Social da Freguesia, estaremos atentos para poder aproveitar todas as oportunidade de apoio social que se coloquem e para aplicar em Tramagal as melhores práticas nesta matéria. A paz, o pão, a habitação… que Sérgio Godinho nos ensinou a cantar há mais de 40 anos é, ainda e sempre, um dos nossos principais lemas”.

“Promover a qualidade da educação”

“Sabemos bem, aqui, na nossa terra, a importância que tem a educação para o desenvolvimento da comunidade. Seja a educação formal, que a escola proporciona, seja a educação informal – a música, o desporto, a universidade da terceira idade, o escutismo e outras atividades que contribuem para a melhoria das nossas capacidades. Tudo faremos para apoiar bons projetos. Lutaremos pela manutenção da escola Octávio Duarte Ferreira, se possível com valências de ensino profissional e estimularemos a comunidade escolar a construir uma escola de excelência”.

“Exigir cuidados de saúde adequados”

“Conhecemos os problemas que se têm colocado em matéria de prestação de cuidados de saúde na freguesia. Não compreendemos a descriminação negativa a que temos sido condenados em matéria de serviços de saúde. É uma das nossas principais batalhas, exigir cuidados de saúde adequados às necessidades da nossa população, colaborar com todas as iniciativas que visem a sua melhoria”.

“Melhorar o ambiente, os espaços públicos e preservar a natureza”

“Temos um território privilegiado, uma bela paisagem, espaços urbanos simples mas bonitos, que temos que cuidar bem e deixar melhor para os vindouros. Os serviços de saneamento, de água e resíduos sólidos, que pagamos, têm que funcionar com os mais elevados padrões de qualidade. Estaremos na primeira linha dos defensores da despoluição do TEJO. Vamos envolver a população na preservação do património e na decisão dos projetos que queremos na freguesia”.

“Apoiar as associações, as empresas e as pessoas no desenvolvimento dos seus projetos”

“Connosco a Junta de Freguesia estará sempre ao lado das pessoas, das associações e das empresas para ajudar em tudo o que esteja ao seu alcance. Pensamos instituir serviços de proximidade, de auxílio à população mais idosa, por exemplo na realização de pequenos trabalhos domésticos ou no acompanhamento da relação com os diversos serviços da administração pública e empresas prestadoras de serviços. Apoiaremos incondicionalmente o movimento associativo local e teremos iniciativas de articulação, comunicação e formação para aumentar o impacto social das suas iniciativas. Queremos que as empresas se sintam bem na nossa terra e que nos procurem para se instalar. Ouvimos atentamente os seus anseios, ouvimos, por exemplo, quando pedem a resolução “dos constrangimentos a nível das acessibilidades”, como fez recentemente o senhor presidente executivo da maior das nossas empresas. SIM, também estamos aqui para lutar pela construção de uma ponte que faz falta a Tramagal, à região e ao país”.

“Projetar o futuro”

“Temos muito orgulho no nosso passado, mas queremos, essencialmente, ter orgulho no nosso futuro, no que nós todos vamos fazer daqui para a frente. Queremos que a opinião dos crucifixenses e tramagalenses conte na hora da decisão dos projetos mais importantes para a freguesia. Apresentaremos em tempo os projetos que consideramos mais importantes e para os quais exigimos justiça na hora de utilizar o dinheiro público”.

“Participação pública”

“Participação pública é isto: este bom momento que estamos aqui a viver hoje e que muito vos agradeço. O nosso movimento é uma estrutura transparente, sincera, que gosta de discutir, que acredita que “duas cabeças pensam melhor que uma só”. Connosco, a Junta de Freguesia será um espaço aberto, vivido, em que todos contam, em que todos podem participar”.

Tramagal/Autárquicas | Cidadãos unem-se e concorrem em projeto de revitalização da freguesia (C/VIDEO)

A sessão pública de apresentação do MIFT serviu também para dar a conhecer à população o símbolo do movimento de cidadãos, o ramo de oliveira, escolhido na sequência da recente alteração legislativa em matéria eleitoral e que veio permitir aos grupos de cidadãos eleitores terem o seu símbolo inscrito no boletim de voto.

Tramagal/Autárquicas | Cidadãos unem-se e concorrem em projeto de revitalização da freguesia (C/VIDEO)
O professor António José Carvalho é o cabeça de lista do MIFT à freguesia de Tramagal. Foto: Jorge Santiago

A equipa que acompanha António José Carvalho é composta por José Filipe Maximiano, Inês Neto, Atílio Picão (mandatário financeiro), Paulo Velho (mandatário da candidatura), Catarina Contente, Ricardo Inácio, Rui Antunes, Cesaltina Neto, Dora Mata, Vitor Almeida, Sónia Chaves, Gil Manito, Paula São Pedro, Manuel Lopes, Maria José Salvador, Maria Saudade Simões, João Mendes, Carla Serrano, David Nunes, Carlos Azevedo, Sandra Brás, Fátima Moura, Fernando Barralé, Susana Estriga e Conceição Ribeiro.

Tramagal l Independentes apresentam.se a junta de freguesia

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 16 de Julho de 2017

COMPARTILHE
A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.
Artigo anteriorTomar | Reunião de câmara municipal
Próximo artigoTorres Novas | “Basta” aceita inscrições para viagem à AR dia 19

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here